Política

Hutrin ilumina fachada de laranja para celebrar Dia Mundial da Segurança do Paciente



Pacientes e familiares que estiveram nesta quinta-feira (17) no Hospital de Urgências de Trindade foram surpreendidos pela mudança na cor da fachada, iluminada de laranja. Isso porque o Hutrin quer lembrar e reafirmar a importância do Dia Mundial da Segurança Paciente.

A data foi lançada este ano pela Organização Mundial da Saúde (OMS) justamente quando o mundo vive a pandemia da Covid-19 e os profissionais de saúde, especialmente os que estão na linha de frente no combate à doença, estão mais vulneráveis.

Com o tema "Segurança do Paciente: uma prioridade global de saúde”, a OMS alerta para a importância dos cuidados com as equipes médicas e com os pacientes atendidos.

“Não poderíamos ficar de fora dessa celebração, tendo em vista que o Hutrin faz parte da luta diária contra a Covid-19”, afirmou Getro de Oliveira Pádua, diretor do Hospital de Urgências de Trindade.

Para conscientizar os colaboradores sobre a importância do tema, a unidade de saúde iluminou a fachada de laranja e distribuiu material ilustrado com os objetivos da campanha. Além disso, ofereceu aos profissionais uma palestra sobre tema e exibiu uma paródia exclusiva da música “Trem Bala”, da cantora Ana Vilela, criada especialmente para a data e que explica a importância da identificação correta dos pacientes – meta um do protocolo internacional de segurança estabelecido pela OMS.

Outras cinco metas fazem parte da campanha: comunicação efetiva, melhor segurança dos medicamentos, cirurgia segura, redução de risco de infecções e prevenção de danos decorrentes de queda e úlceras.  

Profissional seguro, paciente seguro

No Hutrin, a segurança dos profissionais, seja da área administrativa, clínica ou técnica, é prioridade. Por isso, durante o período de pandemia, a unidade oferece aos colaboradores testes rápidos para identificação da Covid-19. Reforçou também a distribuição dos equipamentos de segurança individual (EPI’s), como máscaras, protetores faciais, aventais e luvas.  

Pensando no bem-estar emocional de quem está na linha de frente no combate à doença, a unidade de saúde disponibiliza para todos os colaboradores apoio psicológico gratuito. O serviço começou de forma experimental em março e agora é efetivo. São médicos, enfermeiros e técnicos que estão sob pressão intensa e muitas vezes precisam desabafar com alguém sobre as dificuldades do dia a dia.

Com esse serviço, estamos prevenindo casos de depressão, estresse agudo, síndrome de Burnout, entre outros problemas que podem aparecer em um ambiente que requer atenção e cuidado constantes”, finaliza Getro.

Postar um comentário

0 Comentários