Política

Eleito deputado nos EUA, Luis Miranda analisa Biden ou Trump

Para quem quer imigrar, reze para que o Joe Biden ganhe as eleições nos Estados Unidos. Essa é a sugestão do deputado federal Luis Miranda (DEM/DF), eleito para a Câmara Federal enquanto ainda morava lá na terra do “Tio Sam”, em 2018


Pela perspectiva do parlamentar, a diferença entre os dois candidatos ao comando americano passa pela economia internacional e a situação imigratória. Miranda fez sua própria análise política em live nas redes sociais.

Donald Trump é nacionalista, bom apenas para o povo americano, avaliou o deputado. “Ele não tem interesse que os brasileiros vão aos EUA para tomar o espaço dos americanos. Ele defende o que é dele”, justificou. “O atual presidente”, emendou, “defende as indústrias e os empregos de lá.”

Sobre enfrentamento de crises, para os próprios americanos, seria “difícil o Biden ser melhor que o Trump. “Ele fez um puta socialismo durante a pandemia. Liberou recursos para os empresários, para os cidadãos. Injetou bilhões na economia”, argumentou.

Mas respondendo aos comentários no Instagram e Facebook sobre quem seria melhor para o brasileiro, o deputado disse: “Se o Trump ficar, já conhecemos a política dele. É só olhar sua conta bancária hoje”, rebateu. 

O modelo do Biden, segundo o deputado, é mais mundo, portas abertas. “É mais interessante para nós brasileiros. Quando os investidores quiserem um país emergente, virão para cá. Eles acabam trazendo dinheiro para o Brasil”, explicou. “A economia aumentando será bom até para o presidente Jair Bolsonaro”, defendeu. Além, é claro, do Biden ser pacífico em relação aos imigrantes, sobretudo, os indocumentados.

Numa das eleições mais disputadas da história dos Estados Unidos, o candidato democrata Joe Biden está à frente do atual presidente, Donald Trump. Os votos ainda estão sendo contabilizados – já que lá é feito por cédulas -, mas há uma vantagem para o concorrente democrata.
Miranda morou nos EUA por 4 anos. De lá, se candidatou a deputado federal e foi eleito com 66 mil votos dos brasilienses. A vitória nas urnas surpreendeu muita gente graúda na política. Sua principal bandeira à época era a reforma tributária, igualando o modelo de cobrança brasileiro ao americano. O parlamentar apresentou -ainda no primeiro ano de mandato - a PEC 128, que propõe uma reformulação completa do sistema de tributos.

Postar um comentário

0 Comentários