Política

100 dias sem folga: prefeito Diego Sorgatto, que reconstrói Luziânia, é a grande revelação deste início de temporada dos prefeitos



Diego Sorgatto, que reconstrói Luziânia, é a grande revelação deste início de temporada dos prefeitos. Foi bomba atômica? Furacão? O nanico da Coreia jogou mísseis no lugar errado? Corumbá transbordou e invadiu a cidade? Não: foram 8 anos de Tormin

Diego Sorgatto e Secretários Municipais.

 Por Nilson Gomes

A eleição em Luziânia, 5ª maior cidade goiana, parecia uma das mais acirradas de 2020. Metade da meia dúzia de candidatos estava, aparentemente, no mesmo nível eleitoral. #sqn O vencedor, Diego Sorgatto, do Democratas, ganhou de goleada, quase 50 mil votos, mais de 57% dos válidos.

Hoje é simples falar, mas foi pauleira. De um lado, a prefeita Edna do Ingá tendo como vice Eládio Carneiro, primeiro suplente de senador. De outro, o deputado estadual Wilde Cambão. Abaixo de tudo e todos, o prestígio da cidade.

TORMIN FOI LEVADO PRO BURACO
Estava sendo difícil para o município, um dos campeões em agropecuária, comércio movimentado e industrialização embrionária. Mas Luziânia parou no tempo. Nos últimos anos, imbróglios jurídicos engessaram a gestão. Edna era vice de Cristóvão Tormin, que cumpria o 2º mandato cheio de problemas pessoais com respingos na rotina administrativa. Os respingos viraram tempestade, a enxurrada carregou a estabilidade política e levou junto pro bueiro Tormin e seus companheiros, mesmo os que nada tinham com suas encrencas – entre eles, Cambão.

É MÃE ATÉ DE QUEM A SUPERA
Além do desastre administrativo, chegou a pandemia, e Luziânia é polo no atendimento de saúde na Região Metropolitana do Distrito Federal, mais conhecida como Entorno de Brasília. Em 2019, perdera para sua filha Águas Lindas o posto de maior cidade da RMDF – além dela, Luziânia é mãe de Cidade Ocidental, Valparaíso, Novo Gama, Padre Bernardo e Santo Antônio do Descoberto, todas agora de médio e grande portes.



IDADE É SÓ UM DETALHE
O ex-deputado federal Marcelo Melo, liderança histórica no Entorno, relembra que na campanha os adversários apelaram para a idade de Diego. Não é de hoje. Em 2008 havia sido do mesmo jeito e, aos 18 anos, foi eleito o vereador mais jovem de Goiás, um dos mais novos do Brasil. Teve seguidas boas votações nas duas vitórias de deputado estadual, 32.162 (20º em 2014) e 41.362 (3º em 2018 e os dois primeiros são de igrejas) – houve colegas deputados com três vezes menos. Tudo isso e Diego não tinha sequer 30 anos.

Além da idade, a turma do contra falava na experiência. Mas não era bem assim:

21 ANOS – Presidente da Câmara de Luziânia, o que exige articulação (teve todos os votos) e técnicas legislativas e de gestão.

22 ANOS – Secretário municipal em três pastas, algumas delas com orçamento e atribuições maiores que as de muitos municípios.

23 ANOS - Administrador do Ingá, um distrito de Luziânia que é o maior do Brasil. Estaria entre as 15 grandes cidades goianas (Jataí, a 14ª, tem 100 mil, bem menos que o Ingá) se fosse emancipado – até foi, junto a outros da região, mas a presidente Dilma Rousseff vetou. Os elogios e o reconhecimento recebidos pelos triunfos no Ingá fizeram com que muitos esquecessem que ali estava um jovem – na verdade, ali estava um gerente, não importa sua idade.

Tudo isso e Diego não tinha sequer 30 anos.



DA ESQUERDA À DIREITA, UNIU A CIDADE PARA MELHORÁ-LA
Bom, mas os 30 anos chegaram e o encontraram na parte acirrada da campanha. Craque nas artes políticas, como Marcelo Melo e o próprio Diego, conseguiram ampla aliança partidária. A reconstrução de Luziânia exigia a união de todos os segmentos, um esforço em prol da retomada.

Resultado: sua coligação foi do DEM a seu antípoda, o PSDB, que é água e óleo com outro integrante, o MDB, além de Republicanos, PL, Avante, Solidariedade e três consideradas de esquerda, PCdoB, PSB e Cidadania.

Faltava firmar nas urnas a maturidade dada pelas ruas, os Legislativos municipal e estadual, a gestão do Ingá. E ela chegou três meses depois de completar os tais 30 anos.

VIRTUDES QUE VÊM DE BERÇO
Marcelo Melo, que o conhece desde criança, diz que "desde criança o Diego tem traços de liderança e determinação". Sua juventude foi vivida no meio do povo, compartilhada com milhares de pessoas todos os dias. Essa expertise tem sido fundamental, na opinião de Melo, na retomada do crescimento de Luziânia. Veja trechos de entrevista com Marcelo Melo:

"Diego pegou a prefeitura totalmente arrebentada"

"Tormin destruiu Luziânia financeira e moralmente"

"Luziânia havia perdido o protagonismo que sempre teve"

"Cidades aqui do próprio Entorno se destacaram mais porque tiveram prefeitos que trabalharam mais"

"Diego está refazendo tudo, retomando a importância de Luziânia nos cenários político e econômico"

"Diego estancou a corrupção, que estava alastrada, generalizada"

"Diego está contendo gastos, aplicando bem o pouco dinheiro que chega"

"A crise é enorme, mas ele enfrenta e está vencendo"

"Tudo isso de ruim vai passar. Luziânia, em breve, verá riscada de sua história essa página triste que foi a passagem do Cristóvão por nosso município. Riscada, mas não apagada, para todos nos lembrarmos sempre e não repetirmos"

"As páginas que Diego está escrevendo a milhares de mãos com o povo são de otimismo, esperança e realizações"

"O que a gente esperava do Diego está acontecendo: saneou as contas e está buscando empresas para gerar empregos"

"Diego retomou o diálogo com os empresários, que não investiram antes por absoluta inércia de Tormin, que passava seis meses sem ir à Prefeitura, não atendia empresários, não atendia a população, não atendia vereadores e isso agora foi mudado drasticamente para melhor"

"Na condução do combate à pandemia, Diego se irmanou a nosso governador Ronaldo Caiado e soube tomar decisões amargas, que tiram votos, mas preservam a saúde e a vida".



 RESUMO DO QUE DIEGO JÁ FEZ
EMPREENDEDORISMO – Diego incentiva a vocação empreendedora do povo de Luziânia. Um exemplo é o ecoturismo, cujos investidores pretendem construir chalés em locais de natureza preservada em Luziânia e contam com apoio da prefeitura.
EMPREGO & RENDA – Através do Programa Pró-Emprego, Diego planeja gerar emprego e renda em Luziânia. Já existem conversas adiantadas com frigorífico (300 empregos diretos), um resort (400 empregos diretos), além de indústrias.
ESPORTE – Diego fez acordo com a CBF no Gol do Brasil, grande programa social para estudantes de 6 a 17 anos. Vão receber apoio psicológico, assistência social, uniformes, materiais esportivos e alimentação.
ESTABILIDADE – "Diego trouxe de volta o respeito que o cargo de prefeito havia perdido, bem como a estabilidade política que não se via há muito tempo".
ESTREIA – A 1ª obra física de Diego foi na área da Saúde: reformou e ampliou o Cais do setor Fumal.
LEITOS MUNICIPAIS – 8 nas Unidades de Pronto Atendimento e mais 40 no Hospital Regional do Jardim Ingá.
LIBERDADE – O Jardim Ingá já tem subprefeitura, com serviços que antes só eram estruturados na região central de Luziânia.
MEIO AMBIENTE – Um dos graves problemas de Luziânia são os resíduos sólidos. Diego tomou a correta decisão de resolver a questão trazendo a Usina Gasogênio Móvel (UGM). É a tecnologia transformando o lixo (gás de sua incineração) em energia elétrica. Restarão apenas no máximo 5% do total triturado.
HABITAÇÃO – Em parceria com o governador Ronaldo Caiado e o presidente Jair Bolsonaro, Diego lança o programa Pró-Moradia. Cada imóvel fica R$ 46 mil mais barato e as prestações bem menores que a de um aluguel (veja detalhes em vídeo no site da prefeitura).
PANDEMIA – Esforços efetivos de combate ao coronavírus. Campanhas de conscientização, decretos, vacinação.
PARCERIA COM O ESTADO – Diego e Ronaldo Caiado implantaram 90 leitos no Hospital de Campanha em Luziânia, 40 de UTI e 50 de enfermaria.
PAZ NO CAMPO – O prefeito e o governador firmaram parceria também para cadastrar todas as propriedades rurais por georreferenciamento. Essa providência agiliza e dá precisão, por exemplo, no atendimento da Polícia na zona rural.
PETS – Diego já deu start nos estudos para construir o 1º Hospital Veterinário da região do Entorno.
TRANQUILIDADE PÚBLICA – Diego fez parceria com Ronaldo Caiado também para estabelecer um Cinturão de Segurança no Município. O sucesso de Caiado em reduzir a criminalidade em todo o Estado é realidade também em Luziânia, com a PM presente nas ruas e na zona rural.
TURISMO – Luziânia é um dos mais belos municípios do Brasil. As paisagens de sua zona rural, parques e lagos encantam a quem os visita. Diego já revitalizou as trilhas da região, entre elas, a "Trilha dos Escravos", importante patrimônio histórico-cultural de Luziânia. "A ideia é unir a prática de esportes com o desenvolvimento turístico".
UNIDOS CONTRA O CRIME – A integração das forças de segurança estaduais e municipais é uma das grandes apostas de Sorgatto para continuar diminuindo a violência.
URBANIZAÇÃO – Luziânia estava um lixo só. Diego organiza mutirões de limpeza nos bairros, faz manutenção na pavimentação e promove melhorias na iluminação, pois a cidade é muito escura. Isso também é segurança pública.

Postar um comentário

0 Comentários