Política

O autoconhecimento na escolha da profissão

 

A juventude é um período cheio de dúvidas e incertezas. O jovem já não é mais criança, como tampouco é adulto e isso, aliado a tantas outras questões que surgem nessa fase da vida, pode deixar muitas pessoas confusas em decisões, principalmente aquelas que se direcionam e recaem sobre o futuro, como na escolha da sua faculdade. 

Seja por meio de testes vocacionais ou sugestões de familiares e amigos, no momento de escolher a sua profissão, os jovens têm o costume de, ao invés de procurarem uma decisão que vem de dentro, preferem olhar para o exterior e ver o que outras pessoas decidem sobre isso. Segundo o terapeuta criador da autosofia, João Gonsalves, “não se pode negar a grande influência que os pais, amigos e familiares têm sobre a decisão da escolha do curso. No entanto, o que deve sempre prevalecer, é a escolha  fundamentada no que realmente a pessoa quer. Ou seja, no autoconhecimento”.

Assim, muito mais do que uma decisão comum, escolher uma profissão é definir no que você poderá ser útil à sociedade. Em outras palavras, escolher a sua profissão, é entender qual o seu real potencial, a sua capacidade e a sua missão de vida. Portanto, João explica que “essa escolha não cabe a ninguém além do próprio jovem. Não depende de sorte, de passar ou não e da aprovação dos outros. Ela deve estar vinculada ao seu eu inteirior”.

Para isso, mais do que perceber no que você é bom, o jovem deve se autoconhecer. Assim, saber sobre os seus gostos, preferências e desejos, é o principal passo para descobrir a sua profissão dos sonhos. Desse modo, deixar de lado as opiniões dos outros, as informações referentes ao salário e ao trabalho que a função exigirá, é essencial e isso só pode ser feito por meio do autoconhecimento. 

O terapeuta explica que, com a sua teoria que ajudou milhares de pessoas a entender sobre a sua própria vida e quem de fato é no mundo, a autosofia, “é possível definir quem a pessoa deseja ser por meio de técnicas que incentivam o autoconhecimento. Assim, mais do que ficar apenas apegado a números e opiniões, o jovem tem o poder de saber de fato para o que ele nasceu”.

Vale acrescentar ainda que a confiança e a segurança são fatores promovidos pelo autoconhecimento essenciais na escolha do curso dos sonhos. “Existem aqueles que, por pressão familiar ou por querer mostrar-se como algo que não é, optam por cursos considerados de grande prestígio pela sociedade, como o direito, ao passo que queriam estar cursando algo totalmente o contrário. Isso, além de prejudicar a própria vida do jovem, também afeta as pessoas que serão atendidas por esse profissional, já que ele não deseja estar prestando esse tipo de serviço”, alerta o terapeuta.

Assim, o autoconhecimento é fundamental na escolha da profissão. No entanto, saber quem você é não só ajuda na decisão de qual profissional ser, mas também na vida futura de todos. A autosofia, portanto, auxilia a você entender o seu passado, presente e futuro.

Serviço: João Gonsalves

Terapeuta e Assessor de Autoconhecimento

Fone: (11) 98203-1215

E-mail: joaodedeusjd@uol.com.br

Site: www.joaogonsalves.com.br

Endereço: Estrada Manoel Lages do Chão, 1335 - Cotia - São Paulo

Postar um comentário

0 Comentários