Política

Projeto Mamãe Bebê já beneficiou 300 famílias em Goiânia



Além da gestão municipal, sociedade civil organizada e comunidade em geral integram o programa com doações de itens para os kits que são entregues às gestantes

Foto: Renato Oliveira.

Mais de 300 gestantes que residem na capital goiana já foram beneficiadas com enxovais de bebê completos. Desenvolvido pela Prefeitura de Goiânia, o projeto Mamãe Bebê tem como objetivo auxiliar famílias carentes com a entrega de kits com mais de 15 itens, como banheira, mamadeira, toalhas, roupas, fraldas, bolsa, dentre outros.

Uma das beneficiadas foi a promotora de vendas Renata Araújo Silva, que está com 38 semanas gravidez. Conforme ela, a doação do kit chegou em boa hora e complementou o enxoval do seu primeiro filho, que se chamará Ariel. "Estamos enfrentando um momento muito difícil por conta da pandemia e esse auxílio complementa o enxoval do meu bebê, que pode nascer a qualquer momento", comenta Renata, ao concluir que está mais tranquila para dar à luz.

Durante o último evento de entrega dos enxovais, que beneficiou 100 gestantes, o secretário municipal de Desenvolvimento Humano e Social, Zé Antônio, explicou que o projeto faz parte de uma série de ações da Prefeitura de Goiânia, liderada pelo prefeito Rogério Cruz, no sentido de trabalhar pelo social e garantir assistência aos mais carentes. "A intenção é continuar beneficiando o maior número de pessoas com as nossas ações", revela o secretário, ao citar programas como o Renda Família, Pão Nosso e o Banco de Alimentos, que estão em franco desenvolvimento.

O projeto Mamãe Bebê faz parte dos atendimentos realizados nos centros de Referência de Assistência Social (Cras) e núcleos de Assistência Social (Nas), que contam também com doações de representantes da sociedade civil organizada e da comunidade em geral. "Em uma de nossas edições, por exemplo, reunimos um grupo de costureiras que confeccionaram roupinhas para os enxovais", conta Zé Antônio, ao lembrar da Legião da Boa Vontade como parceira do projeto.

Postar um comentário

0 Comentários