Política

Valmet fornecerá tecnologia para fabricação de celulose e papel cartão para segunda fase do Projeto Puma II da Klabin

 

A Valmet fornecerá tecnologias de ponta para fabricação de celulose e papel cartão de alta qualidade para a Klabin. Créditos: Divulgação

A Valmet fornecerá tecnologias de ponta para fabricação de celulose e papel cartão de alta qualidade para a Klabin. O pedido consiste em uma linha de fabricação de papel cartão (MP 28) completa, incluindo o novo sistema de Cozimento Contínuo G3, sistema de refinação e lavagem de massa e uma planta de polpa químico-termomecânica branqueada (BCTMP), todas com grande escopos de automação e soluções de Internet Industrial agregados. A partida da MP 28, da planta de BCTMP e da linha de fibras está programada para o segundo trimestre de 2023.

Os pedidos serão incluídos nos resultados de vendas da Valmet para o segundo trimestre de 2021. Os valores dos pedidos não serão divulgados. O custo de entrega de uma demanda semelhante à MP 28 gira em torno de 240/270 milhões de euros, e o valor combinado de um pedido semelhante à entrega da linha de fibras e da planta BCTMP gira em torno de 80/90 milhões de euros.

O fornecimento dessas tecnologias faz parte da segunda fase do grande projeto de expansão da Klabin (PUMA II), que contempla duas fases de implantação. A entrega da Valmet na primeira fase, anunciada em 2019, inclui a máquina de kraftliner (MP27) e a linha de fibras com sistema de Cozimento Contínuo G3. Na segunda fase, a planta de BCTMP e a nova linha de fibras, serão integradas à nova máquina de papel cartão MP 28, que será uma máquina flex. A MP 28 irá produzir uma grande variedade de papéis embalagem, de kraftliner a cartões revestidos, como o Folding Box Board (FBB) e o Liquid Packaging Board (LPB), com espaço reservado para adicionar cartões biorevestidos ao portfólio no futuro. Essa combinação aumentará a flexibilidade da Klabin e reduzirá sua exposição à volatilidade do mercado. 

“No último ano, avaliamos as tendências e as condições de mercado para finalmente chegar a esta decisão da MP 28. O segmento de papel para embalagens oferece um enorme potencial de crescimento, impulsionado principalmente pela substituição potencial de plásticos por opções mais sustentáveis. Vemos a oportunidade de criar ainda mais valor para a Klabin, reforçando nosso modelo de negócios, que é integrado, diversificado e flexível. Após a curva de aprendizagem da MP 28, a Klabin deve se tornar um dos líderes mundiais na produção de cartões revestidos de fibras virgens e kraftliner”, afirma Francisco César Razzolini, Diretor de Tecnologia Industrial, Inovação, Sustentabilidade, Projetos e Negócios de Celulose da Klabin.

“A Valmet foi escolhida como um parceiro-chave para a MP 28, que produzirá cartões revestidos da mais alta qualidade, devido à nossa grande experiência e às vantagens técnicas das nossas tecnologias para fabricação desse tipo de papel. Na primeira fase do projeto, com a MP 27, a cooperação entre os times das duas empresas tem sido excelente. Tenho muito orgulho de dizer que nós, Valmet e Klabin, gerenciamos o projeto da MP 27 muito bem nestes tempos excepcionais e desafiadores”, comenta Jari Vähäpesola, presidente da linha de negócios de Papel da Valmet.

“Para a primeira etapa da iniciativa, entregamos a nova tecnologia Continuous Cooking G3, que é adaptada para fibra curta de eucalipto plantada no hemisfério sul. Esta segunda fase é uma continuação natural da utilização da nossa tecnologia líder. Nossa tecnologia BCTMP oferece excelente eficiência de matéria-prima e alta gramatura, o que permite a produção sustentável de papel cartão leve”, diz Bertel Karlstedt, presidente da linha de negócios de celulose e energia da Valmet.

“O segmento de papel embalagem e cartão tem grande potencial de crescimento e, mais uma vez, a Valmet e a Klabin são parceiras para desenvolver e apresentar, juntas, soluções sustentáveis e de alta eficiência. Nesse projeto, estamos fornecendo tecnologias de ponta para a produção de kraftliner e cartão revestido de alta qualidade, dando suporte à liderança tecnológica da Klabin nesse mercado. As soluções de Internet Industrial incorporadas ao projeto permitirão à Klabin avançar mais rapidamente em direção às suas metas de sustentabilidade e produtividade”, acrescenta Celso Tacla, presidente de área da Valmet para a América do Sul.

Informações técnicas sobre a entrega

O escopo do projeto consistirá em um sistema completo de preparo de massa e circuito de aproximação e uma máquina MP 28, para fabricação de papel cartão revestido de alta qualidade com três camadas, desde as caixas de entrada até a enroladeira, seguida por uma rebobinadeira e um sistema automático de transporte de bobinas. Também estão incluídas tecnologias de air systems para a máquina e ventilação do prédio, além de uma cozinha de químicos para a parte úmida e para preparação de amido e revestimento (coating). A MP 28 e todo o escopo do projeto serão entregues já instalados.

O escopo de automação para a máquina MP 28 inclui o sistema de automação completo Valmet DNA para processos e controles da máquina e o sistema de controle de qualidade Valmet IQ.  A partida e a otimização da MP 28 serão suportadas por um grande pacote de aplicações de Internet Industrial da Valmet, incluindo serviços do Valmet Performance Center, uma grande combinação de aplicações avançadas de monitoramento e predição, além de controles avançados de processo (APCs) e simuladores de treinamento com Valmet Virtual Mill, bem como um pacote de vestimentas para todas as posições da máquina.

A máquina de 9.000 mm de largura de tela irá produzir papéis kraftliner e cartão revestido FBB e LPB de alta qualidade, com gramaturas entre 150-350 g/m². A velocidade projetada da máquina será de 1.200 m/min com capacidade anual de produção de 460.000 toneladas.

Informações técnicas sobre o escopo da linha de fibras e da planta de BCTMP

A linha de fibras consiste em uma planta flexível, para produzir celulose de fibra curta de eucalipto ou celulose de fibra longa de pinus. A capacidade projetada para celulose de eucalipto é de 1.000 ton/dia e para celulose de pinus é de 800 ton/dia. A entrega também inclui o novo sistema de cozimento Continuos Cooking G3, com tecnologia ImpBin para vaporização e impregnação dos cavacos de madeira - esse sistema de dois vasos oferece excelente qualidade de polpa com baixíssimo teor de rejeitos - e tecnologia de bombeamento de cavacos G3 com design de alta eficiência para baixo consumo de energia e alta disponibilidade.

“Estamos muito orgulhosos em participar dessa nova fase do projeto de expansão. Anteriormente, a Klabin adquiriu da Valmet a primeira unidade vendida no mundo da nossa nova tecnologia de cozimento contínuo, denominada G3 (Geração 3). A confirmação desta segunda linha com a mesma tecnologia reforça a confiança da Klabin em nossa tecnologia, capacidade de entrega e principalmente em nossa capacidade de inovar e melhorar processos e equipamentos”, afirma Fernando Scucuglia, Diretor de Celulose e Energia da Valmet para a América do Sul.

A nova linha de BCTMP de 400 toneladas por dia inclui sistema de impregnação, duas etapas de refinação de alta consistência, três etapas de lavagem e uma etapa de depuração com tecnologia Delta Screen. A solução BCTMP foi adaptada como um esforço conjunto entre Valmet e Klabin com base no trabalho realizado pelos respectivos centros de tecnologia. Ela é projetada para fornecer alto rendimento, baixo consumo de energia e excelente qualidade de celulose para a nova máquina de papel. A linha de fibras e cozimento e a planta de BCTMP contarão com um amplo pacote Valmet Industrial Internet com serviços do Valmet Performance Center, monitoramento avançado e aplicações de predição, controles avançados de processo e simuladores de treinamento.

Informações sobre a Klabin
A Klabin S.A. é a principal produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, a única empresa no país a oferecer simultaneamente ao mercado celulose de fibra curta (eucalipto), celulose de fibra longa (pínus) e celulose fluff, e é líder em embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. A empresa foi fundada em 1899, e possui 24 unidades industriais, sendo 23 no Brasil e uma na Argentina.

Sobre a Valmet

A Valmet é líder global no fornecimento e desenvolvimento de processos tecnológicos, automação e serviços para os segmentos de celulose, papel e energia. A visão da Valmet é se tornar líder global no atendimento aos clientes. O escopo completo de fornecimento inclui fábricas de celulose, linhas de fabricação de papel, cartão e tissue, além de plantas para geração de bioenergia. Os serviços abrangem desde manutenção e peças de reposição até melhorias nas fábricas. Já as avançadas soluções em automação da Valmet englobam desde simples medições até projetos de automação completos em toda a planta fabril, otimizando o uso de matérias-primas e energia. A Valmet possui mais de 14 mil colaboradores em todo o mundo e, na América do Sul, opera com unidades em Araucária (PR), Sorocaba (SP), Belo Horizonte (MG), Imperatriz (MA) e Concepción, no Chile. Mais informações: www.valmet.com.br.

Postar um comentário

0 Comentários