Especialistas discutem como proteger micro e pequenas empresas de ciberataques

 Fundador e CEO da Apura, Sandro Süffert, com mais de 25 anos de experiência na área, participa de encontro do Comitê Gestor do Núcleo de Inovação da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), no dia 7.

 

Como as micro e pequenas empresas podem se proteger contra os ataques pela internet? Respostas a esta que é uma das maiores preocupações da sociedade neste momento – diversos indicadores mostram a explosão nos casos de ataques cibernéticos no Brasil e no mundo – serão discutidas em encontro em Brasília, no próximo dia 7, às 16h.

O evento reunirá membros do Comitê Gestor do Núcleo de Inovação da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra). Contará com a explanação do fundador e CEO da Apura Cyber Intelligence, Sandro Süffert. Empresa brasileira que investe no desenvolvimento de tecnologias nacionais de segurança cibernética, a Apura é referência no mundo, em sua área de atuação.

Süffert tem mais de 25 anos de experiência em segurança cibernética. Já atuou, com essa atividade, em organizações públicas e privadas dos setores financeiro, telecom e governo. Foi professor de pós-graduação em Informática Forense da Universidade de Brasília, além de instrutor, palestrante e conferencista em dezenas de atividades no Brasil e no exterior.

Para o especialista, a segurança cibernética deve ser entendida como uma prioridade, atualmente. Mais ainda para micro e pequenas empresas, geralmente com menos recursos, infraestrutura e informação para lidar com o problema. De acordo com pesquisa da própria Apura, o Brasil é, por exemplo, o sétimo colocado no ranking de países que mais sofrem ataques ransomware (quando computador e sistemas são atacados e os dados sequestrados).
 

Sandro Suffert, da Apura S/A, é um dos especialistas do evento.

 

“Já se tornaram cotidianas as notícias de ataques cometidos por criminosos, pela internet. O alerta é fundamental, mas, para além disso, precisamos levar conhecimento e informação, e enfrentar o problema. O debate promovido pelo Núcleo de Inovação da Fibra contribui decisivamente para esse esforço”, assinala Sandra Süffert.

O evento será realizado na modalidade híbrida, ou seja, com participação presencial (vagas limitadas) e transmissão on-line. Inscrições em: https://lnkd.in/eWG-WpSr

 

Serviço:

Reunião do Núcleo de Inovação – Debate sobre Segurança Cibernética nas MPES

Data: 7 de outubro de 2021

Horário: 16 horas

Local: Sede da Fibra – SIA Trecho 3 Lote 225 (presencial - vagas limitadas)

Transmissão gratuita será feita pelo canal youtube.com/tvfibra


Postar um comentário

0 Comentários