Amor Cantado promove discussão sobre a importância do Dia Mundial da Prematuridade

 

O número de nascimentos prematuros atinge 12% em todo o país 

 

Foto: Divulgação

A prematuridade é um problema que atinge 15 milhões de crianças ao redor do mundo e todos precisam estar atentos aos cuidados durante a gestação. Para sensibilizar a comunidade e atuar na prevenção, os hospitais do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento - IMED - no interior de Goiás se unem à campanha do dia 17 de novembro - Dia Mundial do Prematuro.

 

Na maternidade do Hospital Estadual de Formosa (HEF), mães e os bebês são atendidos por equipes multidisciplinares e recebem muito carinho e afeto por meio do acolhimento humanizado. A unidade valoriza a importância do aleitamento materno ensinando sobre cuidados e orientações para as novas mamães.

 

No HEF, o projeto “Bem-vindo ao Mundo” celebra o nascimento dos bebês com uma linda carta que tem os pezinhos do recém-nascido carimbados para eternizar o momento.

 

“Para as mamães é muito importante seguir à risca o que os médicos indicam, pois os cuidados ajudam na hora do parto, para que todos fiquem bem e felizes com a chegada do bebê”, disse Hercílio Ramos, engenheiro e cantor voluntário do projeto Amor Cantado.

 

 

Prevenção do parto prematuro

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o equivalente a 931 por dia ou a 6 prematuros a cada 10 minutos. Isso ocorre em 12% dos nascimentos no país, atingindo o dobro do índice em países europeus.

 

Alguns cuidados durante a gestação são fundamentais como manter frequência nas consultas do pré-natal, a ingestão de vitaminas com orientação clínica, não fumar, usar antibióticos controlados somente com indicação médica e manter boa alimentação, por exemplo, auxiliam na prevenção do parto prematuro.

 

Os cuidados médicos hospitalares em caso de nascimento prematuro são cruciais para a saúde da mulher e do recém-nascido e necessitam da máxima atenção de todos os envolvidos, desde a equipe médica que faz o parto, passando pelas enfermeiras até a participação dos familiares.

 

“É importante que o recém-nascido receba os melhores cuidados, pois a prematuridade é uma fase complicada, onde o mínimo deve interferir no futuro da criança. É gratificante saber que somos referência em obstetrícia na região para toda a comunidade”, afirma o diretor do IMED, Getro de Oliveira Pádua

 

A “live” Amor Cantado - Acolhimento Musical -, é transmitida pela TV IMED pelo canal do Youtube e para o Hospital Estadual de Formosa (HEF), Hospital Estadual de Luziânia (HEL), Hospital Estadual de São Luís dos Montes Belos (HESLMB) e pelo Hospital Estadual de Trindade (Hetrin), todos Hospitais do IMED.

 

Postar um comentário

0 Comentários