Veja o que estudar em gramática na reta final para o Enem

 

Conhecimento sobre gêneros, figuras de linguagem e tipologias textuais estão entre as dicas do professor do Colégio IESB

 


Faltam poucos dias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado em 21 e 28 de novembro. E para quem precisa de uma ajuda nesta reta final, o professor de língua portuguesa do Colégio IESB, João Otávio Sousa, entrega dicas valiosas para o candidato se dar bem em gramática.

A primeira é ter em mente que a prova cobra um conhecimento de língua portuguesa de maneira contextualizada. A parte gramatical, por exemplo, não aparece de maneira isolada, mas dentro de um contexto, geralmente atrelada à interpretação textual. “Costumo dizer que língua portuguesa é peça chave na avaliação do Enem. Não falo isso por ser professor da disciplina, mas sim, por perceber que ela transcende e permeia outras áreas do conhecimento, principalmente quando falamos de interpretação textual, o forte do exame. É importante também ter conhecimento sobre gêneros e tipologias textuais, figuras de linguagem, variação linguística e funções da linguagem. O domínio da norma culta também é de fundamental importância, inclusive, é uma das cinco competências em que o candidato será avaliado na produção do texto dissertativo-argumentativo”, explica o professor.

Na sala de aula, João Otávio orienta seus alunos a terem foco e planejamento. Para isso, ele destaca a importância de o candidato montar e cumprir um cronograma de estudos; resolver provas anteriores e fazer uma redação dissertativa-argumentativa sobre uma temática social e atual pelo menos uma vez por semana; além de dedicar atenção maior ao conteúdo que tem menos familiaridade, mas sem descartar aquele que o estudante julgar mais fácil.

Quer mais dicas para a reta final? “Foque no que cai com maior incidência no exame, como morfologia e colocação pronominal. Resolva exercícios e descanse entre os estudos de uma disciplina e outra. Faça simulados e lembre-se de cronometrar sempre o tempo de realização de provas para conhecer melhor o próprio ritmo. E claro: durma bem, alimente-se da maneira correta, cuide da saúde física e mental sempre”, conclui o professor.

 

Postar um comentário

0 Comentários