66,8% dos contribuintes residenciais quitam IPTU 2022, número acima da média de anos anteriores, aponta balanço da Prefeitura de Goiânia

Em 2020, 63,43% desse tipo de imóvel na capital registrou pagamento. Em 2021, porcentual foi de 60,72%. Em 2022, alcança 66,8%, mais de 284 mil residências, revela Secretaria de Finanças (Sefin), nesta quarta-feira (23/02). Número de unidades comerciais que quitou imposto chega a 62,06%

Foto: Jackson Santos.

 “Levantamento demonstra efetividade da justiça fiscal implementada por meio do novo Código Tributário Municipal, em que mais da metade dos lares tiveram redução ou isenção”, destaca prefeito Rogério Cruz

Balanço da Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), aponta que 66,8% dos contribuintes de imóveis residenciais quitaram à vista ou a primeira parcela do Imposto Predial e Territorial de Goiânia (IPTU).

Os dados da Sefin demonstram que o número de contribuintes residenciais que quitaram o IPTU em 2022 está acima da média de anos anteriores.

Em 2020, 63,43% desse tipo imóvel na capital registrou o pagamento do imposto. Em 2021, esse porcentual foi de 60,72%. Em 2022, alcança 66,8%.

“O levantamento demonstra efetividade da justiça fiscal implementada por meio do novo Código Tributário Municipal, em que mais da metade dos imóveis tiveram redução ou isenção do imposto”, afirma o prefeito Rogério Cruz. “No caso dos imóveis residenciais, temos mais de 50 mil isentos, que beneficia as famílias mais carentes da capital”, acrescenta.

O índice de inadimplentes foi de 33,16%, dentro da média dos últimos anos.

Dos 426.070 imóveis residenciais na capital, 284.774 tiveram o pagamento do tributo, que venceu na última segunda-feira (21/02), registrado pela Sefin. As residências representam quase 60% do número de inscrições no município.

O número de imóveis comerciais que registraram pagamento até 21 de fevereiro também ficou acima de 60%. Das 96.951 inscrições, 60.140 efetivaram o pagamento à vista ou da primeira parcela do IPTU, o que representa 62,06.

No levantamento da Secretaria de Finanças, 62,06% de todos os imóveis da capital (residencial, comercial, vago, box, escaninho e garagem) realizaram o pagamento na última segunda-feira.

Ou seja, dos 721.287 mil imóveis de Goiânia, 447.656 tiveram o pagamento registrado pela Secretaria de Finanças.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem