Começa a reforma da Avenida Principal do Paranoá

Com investimento de R$ 16 milhões, via terá melhorias na acessibilidade, beneficiando moradores e comerciantes


Foto: Joes Rodrigues.

Anunciadas no fim de dezembro, as obras de reforma da Avenida Principal do Paranoá vão começar. Topógrafos já passaram pelo local para realizar medições e o canteiro de obras está na fase de montagem. Ao todo, o Governo do Distrito Federal (GDF) vai investir R$ 16 milhões para beneficiar os cerca de 65 mil moradores da região.
'Esse é um projeto de quase 15 anos que estamos fazendo virar realidade, é mais um saindo do papel nesta gestão', diz o secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho

Com 2,7 km de extensão, a avenida será transformada com foco na mobilidade, com ampliação das calçadas, recuperação da ciclovia existente no canteiro central e instalação de rampas e pisos táteis nas paradas de ônibus. O projeto prevê ainda paisagismo com arborização de diferentes espécies vegetais do cerrado.

As melhorias na acessibilidade são aguardadas com expectativa por Guilherme Pereira, 28 anos. Ele é cadeirante, mora no Paranoá desde que nasceu e cita algumas dificuldades que encara diariamente ao passar na Avenida Principal. “As calçadas têm muitos defeitos, em outros pontos tem alguns improvisos, fora os buracos”, conta.A avenida ganhará ampliação das calçadas, recuperação da ciclovia no canteiro central e instalação de rampas e pisos táteis nas paradas de ônibus | Foto: Joel Rodrigues.

Guilherme, que é estudante de Administração, elogia a iniciativa de corrigir essas falhas na acessibilidade ao longo da via. “Espero poder entrar em um comércio com a mesma facilidade que uma pessoa que esteja andando, não ter que enfrentar tantas barreiras. Vai melhorar muito a minha vida e a de outros cadeirantes”, ressalta.
De acordo com a Secretaria de Obras e Infraestrutura, responsável pelo projeto, a estimativa é de que em 10 meses o trabalho esteja concluído

Quem trabalha na região também vibra com o início das obras. Ketno Rodrigues, 30 anos, é gerente de uma loja na altura da Rua 13 e comenta que já ouviu diversas reclamações de clientes sobre a dificuldade de estacionar na região. “Vai atrair mais clientes, ter mais conforto e acesso bom para os cadeirantes. Vai trazer mais movimento para a cidade e para os comércios”, avalia.

“Vamos ter mudança na rotina das pessoas, por isso pedimos paciência à população”, avisa o administrador regional do Paranoá, Sérgio Damasceno. “Teremos a presença de caminhões, máquinas compactadoras, remoção de meios-fios e calçadas, escavações para aumento das galerias de águas pluviais. É uma obra complexa, mas que trará muitos benefícios quando estiver pronta”.

“Esse é um projeto de quase 15 anos que estamos fazendo virar realidade, é mais um saindo do papel nesta gestão. O Paranoá é uma cidade antiga e consolidada, e essa avenida é referência para os moradores. É uma requalificação que estamos fazendo em outras cidades e que chega agora ao Paranoá”, explicou o secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho.

De acordo com a Secretaria de Obras e Infraestrutura, responsável pelo projeto, a estimativa é de que em 10 meses o trabalho esteja concluído. A Administração Regional do Paranoá afirma que vai fazer ações de orientação junto à população durante o período de obras.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem