Governador Wanderlei Barbosa visita Fundação Pró-Tocantins e anuncia pagamento de repasses atrasados do pecúlio militar

Dívida de mais de R$ 7 milhões é referente ao período de 2015 a 2019


Governador Wanderlei Barbosa adiantou que a primeira parcela, no valor de R$ 1,4 milhão, será paga na próxima semana - Foto: Esequias Araújo.

A convite do diretor-presidente da Fundação Pró-Tocantins, coronel Luiz Cláudio Benício, o governador em exercício do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, visitou na tarde desta sexta-feira, 18, a sede da instituição, em Palmas e anunciou o pagamento da primeira parcela da dívida referente ao repasse do pecúlio dos policiais militares e dos bombeiros.

A dívida, na ordem de R$ 7,4 milhões, é referente ao período de 2015 a 2019. O governador Wanderlei Barbosa adiantou que a primeira parcela, no valor de R$ 1,4 milhão, será paga na próxima semana. “É uma alegria do Governo poder resgatar esse compromisso que tem com os militares do Tocantins”, salientou.

O presidente da instituição, coronel Luiz Cláudio Benício, destacou que a quitação desta dívida viabiliza a assistência à saúde que a Fundação Pró-Tocantins presta aos seus beneficiários. “Governador, tenho certeza que todos os militares do Tocantins são gratos, porque por meio desses valores é que podemos subsidiar os nossos quartéis na questão saúde”, agradeceu.

A Fundação

A Fundação Pró-Tocantins foi criada no dia 13 de dezembro de 2010 para melhor atender as necessidades dos militares ativos e inativos do Estado do Tocantins, dos pensionistas e dos servidores civis contribuintes do Fundo de Assistência dos Militares Ativos e Inativos (FAM), de seus respectivos dependentes legais e da sociedade em geral. Sua implantação ocorreu em janeiro de 2013.

O FAM está previsto no estatuto dos militares, e recebe 0,5% de contribuição do soldo do militar, sendo que o montante arrecadado deve ser empregado para apoiar, coordenar e executar ações sociais, de saúde, de habitação, profissionais, de educação, de cultura, de lazer, socioeconômicas, de trabalho e desportivas, no intuito de fortalecer o bem dos militares e da sociedade em geral. Atualmente os recursos do FAM são utilizados para atender mais de 13 mil beneficiários, através de projetos, ações de saúde e benefícios.


Coronel Luiz Cláudio Benício destacou que a quitação desta dívida viabiliza a assistência à saúde que a Fundação Pró-Tocantins presta aos seus beneficiários - Esequias Araújo/Governo do Tocantins
Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem