No “saco de gatos” do PT: Briga continua entre Rosilene e Magela

Embora tenha sido a escolhida para ser candidata ao Buriti, Rosilene Correa encontra rejeição forte da militância petista, que prefere Geraldo Magela. Quem vai decidir é o diretório nacional, sobre quem vai liderar o palanque de Lula no DF


Em reunião ocorrida neste sábado(26), 39 membros do diretório regional do PT do Distrito Federal se posicionaram pela indicação de Rosilene Corrêa, presidente do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), como pré-candidata ao Governo do Distrito Federal.

Em outro polo, a militância petista, liderada pelo ex-deputado federal Geraldo Magela, reagiu contra.

O Bloco Unidos pelo PT decidiu não participar da votação de escolha de nomes para liderar a chapa majoritária, no âmbito do DF.

A escolha da sindicalista, como candidata ao GDF, segundo a militância, desrespeita e confronta com as todas as orientações e resoluções do Diretório Nacional, especialmente aquelas votadas na reunião da última quinta-feira.

Diante da escolha de Rosilene Correa, a militância petista, contrária a decisão, soltou a seguinte nota:

Nós do Bloco Unidos pelo PT, desde o ano passado vimos defendendo que a tática eleitoral do PT DF deve estar orientada e submetida à tática da eleição de Lula Presidente.

Em todos os momentos do debate local sempre deixamos claro o nosso incondicional alinhamento com a Direção Nacional do nosso Partido. E manteremos esta posição!

Diante disso, nós não concordamos com a pauta da reunião do Diretório Regional convocada para este sábado de votar um nome para representar o PT na disputa pelo GDF.

*Esta pauta desrespeita e confronta com as todas as orientações e resoluções do Diretório Nacional*, especialmente aquelas votadas na reunião da última quinta-feira.

A direção nacional estabeleceu que as chapas estaduais serão escolhidas a partir de diálogos e entendimentos entre o GTE nacional e as direções estaduais e do DF. Estes diálogos já estão ocorrendo, inclusive com a direção do PTDF. Nos estados e no DF o fórum para votação é o Encontro Regional e caberá à Executiva Nacional a decisão final em todos os estados.

O Diretório Regional não é fórum para fazer qualquer votação para escolher candidaturas.
Portanto, o nosso Bloco decide não participar de qualquer votação neste sentido e não reconhecerá o resultado ou encaminhamento de decisões que afrontam a Direção Nacional.
Enquanto algumas de nossas forças políticas vão participar da reunião para expressar a nossa posição unitária, outras não participarão da reunião.

Diante da postura de intransigência da maioria local do Diretório, que foi alertada diretamente pela Presidenta Gleisi Hoffmann das irregularidades que estão cometendo, nós não vamos submeter o nome do companheiro Geraldo Magela à votação do Diretório Regional. Manteremos a sua indicação para a candidatura ao GDF e deliberação dos fóruns estabelecidos pelo Diretório Nacional.

Por fim, repudiamos a atitude desrespeitosa com a Direção Nacional e conclamamos a aguerrida militância petista a construir a unidade pela base e levar Lula à vitória e o PT de volta ao Buriti.

Brasília-DF, 26 março de 2022

CNB
MASPT
Resistência Socialista
MOVIMENTOPT

Fonte: Radar-DF.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem