Abril Laranja: Brasil tem cerca de 500 mil pessoas amputadas

Campanha Abril Laranja é uma realização da Associação Brasileira de Ortopedia Técnica (ABOTEC) para conscientização e prevenção das causas decorrentes da amputação

Waldir Gouveia Calado, 48 anos, mixologista (bartender com especialização), é natural de Recife (PE). Amputado desde 2010 durante acidente de lancha na ilha de Fernando de Noronha, hoje é casado, tem 4 filhos, continua trabalhando na ilha em eventos e realizando cursos de coquetelaria.

O Brasil conta com cerca de 500 mil pessoas amputadas e 10% têm algum tipo de deficiência, de acordo com dados estimados pela Sociedade Brasileira de Medicina Física e Reabilitação (ABMFR). A amputação acontece por diversos motivos, como acidentes domésticos, de trânsito e por doenças como o diabetes. Dados da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), apontam que a doença está no ranking como a responsável por 70% das amputações que acontecem no país. Somente no último ano, segundo a SBD, cerca de 46 amputações aconteceram por dia, em consequência da doença.

Contudo, as formas de prevenção da amputação ainda são desconhecidas por boa parte da população e para o presidente da Associação Brasileira de Ortopedia Técnica (ABOTEC) André Cristiano da Silva, a falta de informação sobre os reais riscos é um fator preocupante, já que falta esclarecimento de boa parte da população.


Luiz Rosa, tem 34 anos, formado em Artes Cênicas, é morador de Nova Alvorada (MS). É amputado desde 1º de janeiro de 2018 após acidente de trânsito. Na ocasião também fraturou o lado direito do pulso e rompe o ligamento, perdeu 80% dos movimentos recuperando após fisioterapia. Hoje dá aulas de teatro para crianças, coordena peças desde o primeiro mês após a amputação. Compartilha sua história de vida e superação nas redes sociais.

“Perder um membro do corpo tem sido mais comum do que se imagina no Brasil. Muitas pessoas, por exemplo, são diabéticas, mas não sabem e acabam buscando ajuda médica somente quando o quadro se agrava. Para a prevenção criamos a campanha Abril Laranja como forma de conscientização na amputação”, analisa André.

A campanha Abril Laranja, iniciada em 2020, ano que também começou a pandemia, tem por objetivo ressaltar a informação sobre a importância do trabalho da ABOTEC e buscar a conscientização das pessoas sobre a possível perda do membro e todo o processo de reabilitação de pacientes já amputados. De lá para cá, tem somado forças com demais órgãos e instituições a fim de que, por meio da campanha de conscientização as pessoas compreendam mais a respeito da amputação, saibam sobre as maneiras de prevenção da perda de membros e também conheçam as histórias de ressignificação e transformação de vida das pessoas amputadas.

A campanha de conscientização da amputação está na sua terceira edição e será realizada durante todo o mês de abril, com a divulgação de ações nas redes sociais trazendo informações, vídeos com depoimentos e lives semanais para levar a informação ao máximo de pessoas a respeito do assunto. Além disso, serão realizadas doações de próteses pelas clínicas e demais empresas ligadas ao ramo da ortopedia e participantes da campanha Abril Laranja.

A ABOTEC, por meio de cursos e congressos, tem como objetivo proporcionar aos profissionais a oportunidade de melhorar seus conhecimentos técnicos para que pessoas com algum tipo de deficiência ou que utilizam órtese ou prótese tenham o grande benefício de serem atendidas por profissionais capacitados.

“Nosso intuito é também prezar pelo cuidado não somente com a saúde física, mas também com a saúde mental das pessoas amputadas, para que possam se desenvolver e ter uma qualidade de vida, buscando sua autonomia e inclusão social”, pontua o presidente da associação.

Sobre a ABOTEC
A Associação Brasileira de Ortopedia Técnica (ABOTEC) é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como principal objetivo o desenvolvimento técnico - científico da ortopedia técnica do Brasil.

Fundada desde 1988, vem consolidando ao longo de sua trajetória sua posição de entidade representativa, fiscalizadora e regulamentadora da área de ortopedia técnica.

Através do aprimoramento profissional, técnico e humanístico e da disseminação do conhecimento de novas técnicas, materiais e dos últimos avanços tecnológicos, a ABOTEC busca a cada dia uma maior representatividade junto ao governo e a sociedade, sempre sob a visão de uma atitude ética e engajada em prol do melhor atendimento das pessoas portadoras de deficiência.


Sua estrutura, baseada nos moldes das demais entidades internacionais (Ispo, Interbor, etc), compõe-se de empresas e de profissionais da área que, juntos, buscam a excelência na integração de uma equipe multidisciplinar na reabilitação física. A ABOTEC acredita que o segredo desse sucesso está na seriedade daqueles que se dedicam à sua causa e também a participação.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem