Unidade do Senac-DF em Ceilândia recebe o nome do empresário pioneiro Talal Abu-Allan


A unidade do Senac-DF localizada em Ceilândia agora se chama Centro de Educação Profissional Talal Abu-Allan, em homenagem ao empresário proprietário da rede Casa Brasileira, que possui 11 lojas em diversas regiões do Distrito Federal


A cerimônia de nomeação da unidade aconteceu nesta segunda-feira (4), às 14h, no local. Na solenidade, o presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido Freire, disse que essas homenagens representam uma forma de agradecer lideranças empresariais que colaboram com o desenvolvimento do comércio e com a consolidação do DF. Talal agradeceu a honra e falou da importância de Ceilândia em sua trajetória profissional.

Nascido na Palestina, o empresário começou a sua história na capital da república em 1968. Ao chegar no DF, morou em Taguatinga, onde iniciou sua vida no Brasil. Ao receber a homenagem, disse que é uma honra poder contar com seu nome na unidade do Senac em Ceilândia – uma região tão especial para ele. “Cheguei em Brasília com algumas peças de roupa para vender de porta em porta. Em 1969, abri uma fábrica de sandálias. Já nos anos 70, entrei para o ramo varejista, aonde estou até hoje. Ter meu nome gravado na unidade do Senac de Ceilândia me enche de orgulho, só tenho a agradecer”, disse Talal Abu-Allan. O empresário também agradeceu ao presidente José Aparecido e a diretora regional do Senac-DF, Karine Câmara.

Fotos: Daniel Alcântara.

O presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido, enfatizou que Talal merece ter o seu nome eternizado. “É uma alegria poder fazer essas homenagens: uma ideia que tivemos lá atrás quando assumimos a gestão do Sistema, com o objetivo de homenagear em vida. A história de Talal é linda, é um vencedor. Nós, empresários, geramos riquezas, emprego e renda. É uma homenagem justa a quem fez tanto pelo Distrito Federal”, destacou.

A diretora regional do Senac-DF, Karine Câmara, disse que o dia foi muito especial. “Tenho um carinho e admiração muito grande pelo Talal. Apesar de não ter nascido no Brasil, talvez seja um dos maiores brasileiros. Ele acreditou nesse País e deixou o seu diferencial. Chegou no DF em 1968, com muita coragem e determinação. É um exemplo de sucesso e resiliência para todos nós. Cada lugar que a gente olha em Brasília tem um pouco do Talal. Ele tem uma grande parcela na consolidação da nossa economia. Muito obrigado”, ressaltou Karine.

O diretor regional do Sesc-DF, Valcides Araújo da Silva, falou do legado que fica para todos os brasilienses. “Talal nasceu na Palestina e essa homenagem não poderia ser mais justa, aqui na Ceilândia, já que a cidade é formada, em sua maioria, por nordestinos que saíram de sua terra em busca de uma vida melhor, assim como você Talal, que chegou aqui e mudou a sua história e a história da cidade. São exemplos como esse que a gente precisa: pessoas que trabalham sem preguiça, com vontade de vencer. Seus obstáculos forjaram o homem que você é hoje – um grande exemplo”, disse Valcides.

Amigos, familiares, presidentes de sindicatos, empresários e representantes de entidades de classe também estiveram presentes na homenagem.
Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem