PABLO MARÇAL REAFIRMA QUE SUA VICE RUMO AO PALÁCIO DO PLANALTO SERÁ UMA MULHER NEGRA!

Ana Carolina Marçal, os quatro filhos e o esposo há 13 anos, Pablo Marçal, pré-candidato à presidência da República pelo PROS


Texto escrito pelo Jornalista Walter Brito

Ontem, 19/5, foi um dia abençoado quando eu e 36 colegas jornalistas de todo o país, por meio do aplicativo Zoom, entrevistamos o megaempresário Pablo Marçal, pré-candidato à Presidência da República. Entre as nove perguntas que fiz ao pré-candidato do Partido Republicano da Ordem Social - PROS, a clássica foi: Você terá mesmo uma mulher negra como vice-presidente? Pablo respondeu de forma tranquila e serena, "Sim Walter Brito, minha vice será uma mulher negra e divorciada, e estou em busca deste nome, os dirigentes de meu partido já receberam diversas sugestões e na hora certa vamos anunciar".


A advogada Francia Márquez poderá ser a primeira negra vice-presidente da Colombia Imagem: Fredy Builes/Getty Images

Neste sentido, a população afrodescendente em nosso país representa 59%, a padroeira do Brasil é Nossa senhora Aparecida; Carolina de Jesus, deixou como símbolo de seu legado o livro, 'Quarto de Despejo' entre outros; a saudosa ativista africana Wangari Mutta Matai, Prêmio Nobel da Paz, foi amiga do Brasil e deste escriba da política nacional; no dia 29 de maio, a Colômbia poderá eleger uma negra, a ativista e advogada Francia Márquez, que poderá tornar-se a primeira vice-presidente daquele importante país da América do Sul; Clementina de Jesus deixou um rico legado da música negra; a advogada Michelle Obama orgulhou a negritude do planeta Terra, como a primeira primeira-dama norte-americana do país mais poderoso do mundo; a primeira ministra negra da Suprema Corte dos EUA, a doutora Katanji Jacson, assumiu o seu merecido lugar recentemente; a vice-presidente dos Estados Unidos da América, Kamala Harris, teve papel fundamental ao ajudar a levar ao poder nos EUA o presidente Joe Biden.


A autora e intérprete de Deus Vos Salve a Casa Santa, Clementina de Jesus, deixou grande legado para a cultura brasileira.


Animado com o seu projeto rumo ao Palácio do Planalto, perguntamos como foi o seu encontro com o também megaempresário de Brasília Luiz Estevão Neto. De forma serena ele respondeu: "Foi um encontro muito produtivo e gostei muito de conhecer o Luiz Estevão, que entre outras empresas é também proprietário de uma das referências do jornalismo brasileiro, o Jornal Metrópoles. 


Na foto, a queniana Wangari Muta Mattai e este jornalista Walter Brito (PROS/SP), pré-candidato a deputado federal por São Paulo. Wangari foi a primeira mulher africana 
a receber o Prêmio Nobel da Paz em 2004


Nesta Seara estive também em outros veículos de rádio e televisão na capital criada por Juscelino Kubitschek de Oliveira".


Michelle Obama, ao lado do seu esposo Barack Obama, ao que tudo indica receberão nos EUA, o presidenciável do PROS, Pablo Marçal - Imagem: Getty Images


Questionamos o presidenciável do PROS sobre a notícia de que Janja, a esposa do Lula, será protagonista na campanha do petista Brasil afora, e perguntamos qual será o papel de sua esposa na campanha. O jovem de 35 anos e goiano de nascimento alfinetou: "O Lula está desgastado com a população brasileira e por isso está colocando na campanha a esposa com quem acabou de se casar. Tenho quatro filhos com minha esposa e está chegando mais um. Ela já é minha principal conselheira, sócia em minhas empresas, mas não penso em expô-la na campanha. Ela está me ajudando muito sem precisar de exposição efetiva", falou Marçal. Referente à pesquisa do Instituto Paraná, que o coloca à frente de Simone Tebet do MDB, possível escolhida da terceira via, Pablo Marçal deu a seguinte explicação:


A doutora Ketanji Jackson é a primeira ministra negra da Suprema Corte dos EUA

"À medida que eu for sendo conhecido como postulante ao Palácio do Planalto, eu vou passando na frente deles e breve passo o Ciro Gomes do PDT, pois estou fazendo contatos em alguns lugares estratégicos de nosso país. A partir da convenção vou rodar o Brasil de ponta a ponta, apresentando o meu plano de governo, o que já está dando certo".

Quanto ao percurso pelo exterior, ele confirmou que pretende se encontrar com Obama e sua esposa Michelle nos EUA, bem como ser recebido pela vice-presidente Kamala Harris e um senador norte-americano, um presidente africano e um político muito importante da Europa. Quando o assunto é a coordenação de sua campanha ele responde de pronto:

O empresário e executivo Nézio Monteiro, de São Paulo, é o coordenador-geral da campanha de Pablo Marçal

"Tenho grandes amigos na política como o ex-senador de Brasília Gim Argello, que tem nos ajudado muito, nos mostrando os caminhos da política e nos apresentado importantes nomes da política nacional, da mídia e do empresariado brasileiro, entre os quais os ex-presidentes do Brasil José Sarney e Michel Temer. O Gim é gente do bem e companheiro leal. O coordenador-geral de minha campanha é o Nézio Monteiro", afirmou o presidenciável.
Sobre o termo que ele sempre usa: "Até depois do fim", ele disse: "Eu me refiro até depois da morte, quando tivermos cumprido nossa missão aqui na Terra", concluiu Pablo Marçal, que não descartou a possibilidade de vencer a eleição ainda no primeiro turno.
Emerson Tormann

Técnico Industrial em Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Especialista em inspeção predial. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem