Patenses, pessoas nascidas em Patos de Minas, que moram em Brasília recebem homenagem da CLDF por iniciativa da deputada Júlia Lucy

Os patenses, pessoas nascidas em Patos de Minas, que moram em Brasília, foram homenageados pela Câmara Legislativa do Distrito Federal na tarde desta sexta-feira (27). Por iniciativa da deputada Júlia Lucy (União Brasil), ela própria uma patense, a Câmara realizou sessão solene em homenagem aos patenses e em comemoração aos 130 anos daquela cidade, completados nesta semana


Para Júlia Lucy, Patos é uma cidade “bonita, próspera, organizada e trabalhadora”. A distrital destacou que Patos foi uma das cidades que mais exportou gente para Brasília, chamando a atenção também pela grande colaboração política dos patenses.

Os deputados distritais Geraldo Magela (PT) e Bispo Renato Andrade (PL), também oriundos de Patos de Minas, participaram da sessão. “Eu acho que a composição desta Mesa já comprova a pluralidade política de Patos de Minas”, assinalou Lucy.


Nascidos na cidade mineira, Geraldo Magela (à esquerda) e Bispo Renato Andrade (à diretita), participaram da homenagem proposta pela conterrânea Júlia Lucy

Geraldo Magela enalteceu a contribuição do povo de Patos de Minas na construção de Brasília. “A situação de termos naquele momento um presidente da República que aceitou o desafio de desviar o centro de desenvolvimento das costas brasileiras para o centro do País e construir uma capital nova contou com a colaboração de muitos mineiros e mineiras e, pela localização geográfica, de muitos patenses. Chegamos a ter um momento em que Taguatinga era conhecida como Taguapatos, por causa da grande colônia de patenses”, assinalou.

Magela também destacou a importância da participação social, política e econômica dos patenses ao longo da história de Brasília.

Bispo Renato Andrade nasceu e cresceu em uma fazenda de Patos de Minas e chegou a Brasília em 1975. De lá para cá exerceu várias funções e cargos. Andrade salientou o sentimento de união dos patenses. “Não importa o partido político, a vontade de nós construirmos tem que ser maior do que nossas diferenças, aquilo que une tem que ser muito mais importante do que isso”, sentenciou.

Outros dois ex-distritais, Augusto Carvalho e Luzia de Paula, também patenses, não puderam participar da homenagem, mas foram lembrados.

​​​​​​​Foto: Renan Lisboa.

Durante a sessão foram exibidos vídeos sobre a cidade e com uma mensagem do atual prefeito, Luiz Eduardo Falcão. A sessão contou ainda com a entrega de moções de louvor para patenses de destaque. Contou ainda com o lançamento do livro Sumiço, do patense Wander Porto, já falecido.

Patos de Minas é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado a 430 quilômetros de Brasília. O nome Patos é uma referência à grande quantidade destas aves que habitavam as várias lagoas da região. A primeira fazenda instalada no local, Os Patos, em meados do século XIX, já fazia esta referência. A população atual é estimada em aproximadamente 155 mil moradores.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos