BRB

Dia dos Pais: Churrasco é celebração preferida dos brasileiros

Opção é apontada como melhor forma de presentear entre 30% dos pais



Fotos: Helen Quida. 

De origem gaúcha, quando os tropeiros usavam a carne do gado para se alimentar durante longos percursos, o churrasco ganhou adeptos de norte a sul, variando apenas no acompanhamento. Seja com pão, para os paulistas, com mandioca para os sul-mato-grossenses ou com queijo coalho para os nordestinos, em cada região o churrasco virou tradição, principalmente em ocasiões especiais.

No Dia dos Pais, segundo levantamento da MindMers, empresa de tecnologia e pesquisa digital, o churrasco é apontado como preferência para a celebração. O levantamento, feito com 500 brasileiros de todo o país, apontou que 54% dos entrevistados costumam comemorar a data preparando uma refeição em casa e 30% colocaram o churrasco até mesmo como opção de presente.

Embora tão comum no prato de muitas famílias, o preparo requer habilidades, desde o início com a escolha corte, tempero e o preparo para assar a carne. Entre os cortes mais populares estão o contra-filé, costela, ancho, prime rib, assim como a picanha, queridinha dos churrasqueiros por sua maciez, suculência e sabor. Para a picanha, quem é especialista no assunto garante que, por falta de conhecimento, muitos erram ao prepará-la. "Cortar a gordura, por exemplo, é um erro", diz o especialista em churrasco de picanha, Arley Dias.

Para Arley, é importante escolher uma picanha com uma capa de gordura de pelo menos 1 cm de espessura e firme. "Existe uma história que a picanha pesa no máximo 1,3kg. Porém, o peso da picanha é proporcional ao tamanho e peso do boi. O que vale é a picanha ser cortada na terceira veia. Da terceira veia para trás, começa o coxão duro", alerta Arley.
 
Sobre o tempero, o especialista é enfático em apontar que não há um ingrediente ideal, mas a escolha do sal puro, sem acompanhamentos é a melhor pedida. "Eu prefiro o sal grosso puro, ou com algumas especiarias como ervas finas", detalha. Na hora de assar, Arley conta que corta a peça em bifes de 3 a 4 cm de espessura, coloca o sal e sela os lados. Ela vai ficar mal-passada, que é o meu ponto preferido", diz.

Na hora de servir, a única divergência é quanto ao ponto, já que muitos optam pelo mal-passado, ao ponto ou até mesmo bem assado. O segredo é, segundo Arley, ao assar, levantar a carne para 40 a 50 cm da brasa até chegar ao ponto ideal. "Depois, corto em fatias e só aí tempero com sal de parrilla", revela.

Na hora da escolha, o mais indicado são os cortes frescos. "Por aqui, opto pelo Comper, que garante a procedência de origem do corte, que vai ditar o resultado do churrasco. Além disso, a praticidade de encontrar todos os apetrechos, como carvão, e ingredientes para os pratos que vão agregar, conta muito para aproveitar melhor o tempo", avalia. No Açougue do Comper, a picanha está entre os diferentes tipos de cortes, vendidos frescos, embalados à vácuo ou em bandejas, com preços mais populares. No Distrito Federal, a rede de Supermercados Comper está presente em Sobradinho, Planaltina, Gama, Asa Sul e Águas Claras.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos