Cemitérios públicos ficarão abertos por mais tempo no Dia de Finados

Nas unidades de Brazlândia, Asa Sul, Gama, Planaltina, Taguatinga e Sobradinho, o GDF vai oferecer atendimento gratuito com psicólogos e assistentes sociais

Os seis cemitérios públicos administrados pelo Governo do Distrito Federal (GDF) terão horário de funcionamento estendido no feriado de 2 de novembro, Dia de Finados. Na Asa Sul, em Brazlândia, no Gama, em Planaltina, em Taguatinga e em Sobradinho, os portões serão abertos para visitação mais cedo, às 7h, e fechados às 19h – com atividades até as 18h30. O atendimento ao público de cada administração será das 7h30 às 18h, enquanto os velórios e sepultamentos ocorrerão normalmente.

Transporte interno será gratuito nas unidades administradas pelo GDF | Foto: Nina Quintana/Campo da Esperança Serviços

“É a maior aglomeração do ano em feriados, por isso orientamos a todos para que procurem diversificar os horários de chegada e permanência, usem máscaras e álcool gel”José Carlos Medeiros, subsecretário de Justiça e Cidadania

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) vai manter disponíveis, durante todo dia, equipes de psicólogos e assistentes sociais para atendimento gratuito à população em todas as unidades. Banheiros químicos serão instalados para aumentar o conforto dos visitantes, e o transporte interno nos quatro maiores cemitérios – Asa Sul, Taguatinga, Gama e Sobradinho – será gratuito, com intervalos de saída de 15 em 15 minutos de cada portaria principal.

De acordo com o subsecretário da Secretaria de Justiça e Cidadania, José Carlos Medeiros, a expectativa de público este ano nos cemitérios no Dia de Finados é de 500 mil visitantes. Em 2021 foram registradas 430 mil visitas. “É a maior aglomeração do ano em feriados, por isso orientamos a todos para que procurem diversificar os horários de chegada e permanência, usem máscaras e álcool gel se se sentirem à vontade, mesmo não sendo obrigatório”, atenta.

Carros não entram
A entrada de pedestres nos cemitérios de Brasília será livre pelo portão principal de cada unidade. No Campo da Esperança, da Asa Sul, serão liberados dois portões: o principal, ao lado do templo da Legião da Boa Vontade (LBV); e o do Parque da Cidade, em frente ao Estacionamento 6.

Já o acesso de veículos terá restrições. Na Asa Sul, em Taguatinga, no Gama e em Sobradinho, só será permitida a entrada de carros com autorização de vaga especial para idoso ou pessoa com deficiência (documento emitido pelo Detran). Em Planaltina e Brazlândia, automóveis e motos não entram.

Não será permitida a presença de vendedores ambulantes no interior dos cemitérios. A responsabilidade por segurança, trânsito e fiscalização é dos órgãos do GDF. Haverá reforço na segurança particular; e, além da participação da Sejus, o Campo da Esperança contará com o apoio das secretarias de Segurança Pública (SSP) e DF Legal, bem como administrações regionais, polícias Militar e Civil, do Detran, DER e Corpo de Bombeiros.

Missas
A Arquidiocese de Brasília realizará missas nos seis cemitérios e será a responsável pelo controle de público nas tendas. Na Asa Sul, no Gama, em Planaltina e em Sobradinho, as celebrações vão ocorrer às 8h, 9h30, 11h, 12h30, 14h, 15h30 e às 17 horas. Em Taguatinga, as missas estão programadas para as 8h, 9h30, 10h30, 12h, 14h, 15h30 e 17h. E em Brazlândia às 7h, 9h, 11h, 15h e às 17 horas. O arcebispo de Brasília, Dom Paulo Cezar Costa, celebrará as missas das 8h de Sobradinho, das 12h de Taguatinga e das 17h da Asa Sul.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos