BRB
GDF

"OVG chega aos seus 75 anos maior do que nunca", afirma Gracinha Caiado no aniversário da entidade

Com 4,5 milhões de atendimentos por ano, número que cresceu 340% na atual gestão, a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) celebrou 75 anos como uma das maiores instituições sociais do País




Fotos: Hegon Corrêa.

A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) celebrou durante evento na manhã desta segunda-feira (31/10), na sede da entidade em Goiânia, seus 75 anos de fundação como uma das maiores instituições sociais do País. Presente no evento, a presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, destacou a atuação da entidade em todos os 246 municípios do Estado e agradeceu o esforço de toda a equipe pelo trabalho dos últimos anos. "É em nome de cada um que faz parte desta grande família, deste enorme time do bem, que hoje eu afirmo que a OVG chega aos seus 75 anos maior do que nunca, e que estamos prontos para alcançar voos ainda mais altos", destacou.

A OVG chega aos seus 75 anos com mais de 4,5 milhões de atendimentos por ano. São famílias em situação de vulnerabilidade social cuidadas pelo Governo Estadual com carinho, cuidado e respeito. Em 2019, a organização passou por uma revisão de seus protocolos de atendimento e, hoje, atende a um número de goianos 340% maior que o registrado até 2018. Tudo isso fruto de um investimento de R$ 570 milhões por parte do Governo de Goiás.

"Em 2019, nós assumimos o governo com a missão de devolver a OVG aos goianos, como bem diz o nosso governador. Assumimos com o compromisso de fazer da OVG maior e melhor. Hoje, depois de quatro anos, posso dizer com muito orgulho que assim o fizemos. Hoje nós devemos comemorar sim, com muito orgulho, esses 75 anos da OVG, porque é realmente gratificante fazer parte desse time. Mas melhor do que comemorar e reconhecer tudo que fizemos, é saber que temos ainda mais motivos para acreditar que os próximos anos serão muito melhores ", destacou Gracinha Caiado, durante discurso.

Nos últimos quatro anos, a instituição prestou 15 milhões de atendimentos em todos os 246 municípios goianos, incluindo a doação de mais de um milhão de cestas básicas da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, mais de 4 milhões de quilos de frutas, verduras e legumes no Banco de Alimentos e de 650 mil refeições do Mix do Bem. A OVG ainda serviu 11 milhões de refeições no Restaurante do Bem e doou quase 300 mil marmitas a pessoas em situação de rua e refugiados venezuelanos de Goiânia, Luziânia e Jaraguá. Também foram distribuídos donativos, como cadeiras de rodas, muletas, bengalas, colchões especiais, fraldas descartáveis geriátricas e infantis, absorventes íntimos, malha compressiva para vítimas de queimaduras, filtros de barro para água e kits de enxoval para bebê, entre outros.

Com o ProBem, a organização ofertou bolsas de estudo parciais e integrais a 30 mil estudantes de todo o Estado. A entidade também foi responsável pela mobilização e formação de mais de 15 mil voluntários que multiplicam o bem em instituições sociais parcerias, pelo acolhimento de três mil pessoas em tratamento de saúde na capital, entre pacientes e acompanhantes, na Casa do Interior de Goiás (Cigo), e distribuiu 1,6 milhão de brinquedos do Natal do Bem.

Para a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, os números representam o compromisso do Governo de Goiás com a assistência social, desenvolvida sem interrupção durante a pandemia de Covid19. "Sabemos que o que fazemos aqui é um serviço essencial. Por isso, não paramos nem um dia sequer durante a pandemia. É com orgulho que digo que levamos cestas básicas na porta das casas, passamos a servir marmitas nos Restaurantes do Bem para garantir que as refeições chegassem a quem precisa e ainda doamos máscaras e álcool para quem não tinha condições de comprar", destaca a diretora.

Os serviços oferecidos pela OVG alcançam famílias inteiras, desde a gestação, com o Programa Meninas de Luz, passando pela adolescência, com o Centro da Juventude Tecendo o Futuro, e chegando à formação superior, com o Programa Universitário do Bem (ProBem). Já para as pessoas idosas, a instituição oferece atendimentos na modalidade Centro Dia, Casa Lar e Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) nos Centros de Idosos Vila Vida e Sagrada Família e nos Espaços Bem Viver I e II.

Também participaram do evento desta segunda-feira (31/10) a secretária de Economia, Cristiane Schmidt; o secretário de Desenvolvimento Social, Wellington Matos; o secretário de Indústria e Comércio, Joel Sant'Anna Braga Filho; o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Washington; e o comandante geral da Polícia Militar, Coronel André; dentre outras autoridades estaduais.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos