BRB

Rotary se movimenta no Eixão, neste domingo, com vacinação contra Pólio


O perigo da poliomelite no DF é real, segundo as autoridades sanitárias, casos os pais não procurem imunizar seus filhos. O ressurgimento da doença preocupa rotarianos, quem tem o combate contra a Pólio, como a sua mais importante missão em todo o mundo


Uma ação conjunta entre o Rotary Club e a Secretaria de Saúde do DF, vai ao “Eixão do Lazer”, neste domingo(06), para conscientizar adultos e vacinar crianças contra a poliomelite, doença que provoca a paralisia infantil e que, aos poucos, ressurge no mundo.

A ação Rotary/Secretaria de Saúde, será a primeira de uma série de iniciativas, que atuará de forma permanente em ambientes movimentados do Distrito Federal, principalmente em locais públicos das 33 regiões administrativas.
Fotos: Divulgação:

A ideia sugerida pelo Rotary, junto aos técnicos da SES, é ampliar as ações com a participação de associações de moradores e outras entidades da sociedade civil do Distrito Federal.

“Só assim vamos conseguir conscientizar a população sobre o perigo da doença e ajudar o DF bater a meta exigida pela Organização Mundial da Saúde”, disse Saulo Branquinho, presidente da Sub-Comissão da Pólio do Distrito Rotário 4.530.

O objetivo é conscientizar os pais sobre a importância de proteger seis filhos da grave doença que causa paralisia para toda a vida e pode ser fatal.

Apesar da grande campanha e dos esforços das autoridades de saúde do Distrito Federal, no entanto, a procura pelo imunizante foi considerada baixa.

Apenas 56,8% do público-alvo foi vacinado, tendo como meta pelo menos 95% das crianças menores de cinco anos de idade.

Devido à baixa procura, a campanha foi prorrogada até o dia 11 de dezembro.

No caso da pólio, entre os dias 8 de agosto e 27 de outubro, foram aplicadas 83.731 doses em crianças de 1 a 4 anos de idade, estabelecendo a cobertura de 52,2%. Entre bebês de um ano, o índice é de 57,7%.

Na ação desde domingo, no Eixão do Lazer, haverá vacinação das crianças de 1 a 4 anos de idade, cuja imunização será efetuada pelos profissionais da Secretaria de Saúde.

Para que as crianças recebem a vacina, os pais terão que apresentar o cartão de vacinação.

Fonte: Radar-DF.
Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos