Aprovado parcelamento do solo urbano do Residencial Reserva do Tororó

Terreno, em setor habitacional no Jardim Botânico, tem capacidade para abrigar 29 unidades habitacionais; decreto foi assinado pela governadora em exercício, Celina Leão, nesta segunda (30)



O Governo do Distrito Federal (GDF) aprovou o projeto urbanístico do solo urbano do Residencial Reserva do Tororó, no Jardim Botânico. O decreto foi assinado nesta segunda-feira (30) pela governadora em exercício, Celina Leão.
Residencial será construído no Setor Habitacional do Tororó, na área sinalizada em vermelho | Imagem: Divulgação

Com área de 2,01 hectares, o residencial fica no Setor Habitacional do Tororó e tem capacidade para abrigar 29 unidades habitacionais, com 96 pessoas, além de lotes para comércio, prestação de serviços e instituições. O projeto foi aprovado pelo Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) em dezembro do ano passado.

O parcelamento de solo urbano é a divisão da gleba em lotes, destinados à edificação, na forma de loteamento e desmembramento, mediante aprovação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Distrito Federal (Seduh).

“Temos tido um avanço muito grande nessa área, o que significa ocupação regular à população e também empreendimentos que já nascem com toda a sua infraestrutura pronta”, avaliou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira.

A partir da publicação do decreto no Diário Oficial do DF (DODF), os responsáveis pelos locais têm o prazo de 180 dias para dar entrada no pedido de registro dos imóveis em cartório. O processo antecede a adoção das medidas para implementar a infraestrutura dos locais.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos