Júlio Danilo, o possível retorno

O único deles em alta nas cotações é o ex-secretário Júlio Danilo Souza Ferreira, delegado da Polícia Federal que ocupou o cargo por mais de dois anos do governo IbaneisJúlio Danilo, o possível retorno

Foto. Miguél Viana.

A única certeza que se tem a respeito do nome do novo secretário de Segurança Pública do Distrito Federal é que a escolha será feita em conjunto pelo governo federal e pelo Buriti, como já avisou a governadora em exercício, Celina Leão.

Não é intenção do Buriti contestar uma proposta que venha do governo Lula. Já existem vários nomes circulando, e mais ainda de nomes lançados por variados grupos políticos, muitos deles sem qualquer conexão com Brasília.

O único deles em alta nas cotações é o ex-secretário Júlio Danilo Souza Ferreira, delegado da Polícia Federal que ocupou o cargo por mais de dois anos do governo Ibaneis.

Após o segundo turno das eleições, a permanência de Júlio Danilo foi defendida por petistas locais, a começar pelo atual líder do PT na Câmara Legislativa, Chico Vigilante. O ministro da Justiça, Flavio Dino, ainda em dezembro – e antes de sua posse, portanto – sinalizou ao governador Ibaneis Rocha simpatia com a gestão de Júlio Danilo. Na mesma conversa, Flávio Dino não mostrou simpatia pelo retorno de Anderson Torres, antes muito pelo contrário.

A relação entre Júlio Danilo e Anderson Torres já não andava bem antes das eleições e se deteriorou de vez no final do segundo turno, quando se chegou a sugerir outras secretarias no Distrito Federal para Anderson Torres, que recusou e cobrou a Segurança Pública. Nessa época Torres e Danilo só se comunicavam por mensagens, o que incentivou o pedido de saída do então secretário.

Processo já começou
Na realidade, já está em curso um processo de retorno de autoridades que estavam na Secretaria de Segurança à época de Júlio Danilo. Foram reconduzidas pelo interventor Ricardo Cappelli.

É o caso de Milton Neves, delegado da Polícia Federal que retornou à Secretaria Executiva de Segurança Pública, cargo já ocupado por ele por quase dois anos.

Da mesma forma George Couto voltou ao cargo de subsecretário de Inteligência. Por fim, também o coronel aviador da reserva Heitor Antunes retornou como subsecretário de Ensino e Gestão de Pessoas, cargo em que esteve nomeado por quase um ano.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos