Operações contra Ibaneis pode ter motivação política e abuso de poder

O pedido de busca e apreensão na casa do governador foi solicitado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes


As operações de buscas e apreensões, feitas pela Polícia Federal, na residência do governador Ibaneis Rocha(MDB), ocorrido na tarde desta sexta-feira(20), pode ter motivação política e abuso de poder, segundo a opinião do advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, mais conhecido como Kakay.

Para Kakay, o governador Ibaneis Rocha pode ter seus direitos violados com operação da Polícia Federal, ocorrida em sua residência, na sede do governo local e no seu escritório de advocacia.

Advogado criminalista Kakay Fotos: Facebook.

Em uma manifestação feita na tarde de hoje, o advogado, que foi atuante no processo que reverteu a possibilidade de prisão em segunda instância, culminando mais tarde na liberdade de Lula, afirmou que Ibaneis foi presidente da OAB e era, até a posse no cargo de governador, um advogado militante com intensa atuação.

Recentemente, convocado para participar do grupo Crimes Contra o Estado Democrático de Direito, da equipe de transição do governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, Kakay disse acreditar que será necessário reverter o mau uso de práticas jurídicas no Brasil.

“A busca e apreensão atinge por tabela todos os clientes, com a quebra do sigilo sagrado entre advogado e cliente. Esta não é uma questão política, é de respeito aos direitos do advogado, e dos que precisam se socorrer da advocacia. Na verdade, é um atentado a estabilidade democrática. É assim que se instala a arbitrariedade e o abuso contra o estado democrático de direito”, disse o criminalista.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos