Web Summit 2022 - O que ainda não te contaram

  

Artigo de Leonardo Nogueira, CEO da Prosperi

Nas últimas semanas os feeds de nossas redes sociais e nossas principais fontes de informação nos inundaram de conteúdo sobre o Web Summit que foi realizado nos primeiros dias de novembro, em terras lusitanas, mais especificamente em Lisboa, logo, todos já sabemos da empolgação das palmas da audiência para o nosso conterrâneo KondZilla no último dia do evento.

Ouvimos também que o tema das mudanças climáticas esteve presente a todo momento, com destaque para as iniciativas de descarbonização apresentadas pela Lisa Jackson da Apple e por Brad Smith da Microsoft, e, da grande surpresa do evento de abertura, a presença da primeira-dama Ucraniana Olena Zelenska nos alertando que a tecnologia também pode ser mal utilizada ao citar que “A Russia usa a tecnologia a serviço do terror”.

Falando da presença da primeira-dama, conseguem imaginar o aparato de segurança que foi estabelecido no evento, impulsionado pela sua presença? Agora, imaginem como circular mais de 70 mil pessoas pelas duas entradas principais? Sim, o resultado de tudo isto, foi a formação de filas e mais filas, algumas de quase duas horas de espera para entrar no pavilhão.

Para quem já visitou os parques em Orlando, a sensação foi muito semelhante, 90 minutos de fila para finalmente ter a oportunidade de usufruir da atração, com a pequena diferença que após a fila, os 4 pavilhões e o palco central do evento, lá estavam a nossa disposição e a atmosfera dentro do “arque das Nações lembrava o Rio de Janeiro durante os jogos olímpicos. Pessoas de todas as partes do mundo circulando pelos pavilhões, center stage e Food & Wine Summit (diversos food trucks e barraquinhas de guloseimas e vinhos) e criando um ambiente de confraternização, alegria em torno dos stands e das competições de pitchs, que se expandiu para toda Lisboa durante toda a semana.

Neste mundo de gente, o Brasil se fez muito bem representado, com mais de 600 empresas participando com o apoio da APEX/SOFTEX/SEBRAE. O stand do Brasil, localizado no pavilhão 3, estava, sem dúvida, entre os mais bonitos do evento, porém, a apresentação do stand da Alemanha, com sua arquibancada e suas diversas startups distribuídas em espaços de exposição, surpreendeu a todos, mostrando uma imagem criativa e descontraída para o País.

Dentro de cada pavilhão, além dos stands, tinham as diversas “plenárias”, divididas por temas, onde, em algumas ouvia-se pitchs de startups, em outras assuntos como blockchain, inovação, investimentos, desenvolvimento de software, robótica, inteligência artificial, ESG etc. Praticamente todas as seções se limitavam a 20 minutos, o que parece uma tendência atual, onde a informação precisa ser transmitida de forma quase instantânea, como nos vídeos curtos das redes sociais.

Mesmo em sessões tão curtas, era constante o discurso de que os investimentos estão se tornando mais escassos e que o momento é de capital mais caro, porém, em paralelo a esta quase unanimidade, muitas vezes vinha à tona que os investidores estão com olhar atento e com apetite para investir em empresas e soluções ESG (Environmental, Social and Governance ― Ambiental, Social e Governança, em português).

Ao final, fica a lição que, independentemente do setor, as empresas precisam comprovar o impacto social e ambiental de suas iniciativas e cumprir o papel de transformação positiva da sociedade.

Agora é esperar pelo Websummit Rio de Janeiro, para assim como Portugal, mostrarmos ao mundo que estamos engajados, unidos e criando ambiente favorável para a disseminação da cultura do empreendedorismo e que nossa criatividade, inovação e tecnologia irão extrapolar nossas fronteiras e ajudarão a melhorar o nosso planeta.

 

Sobre a Prosperi:

Presente em mais de 110 países e com 5 escritórios distribuídos no Brasil e nos Estados Unidos, a Prosperi é especializada no uso da tecnologia Microsoft para Colaboração, Conteúdo e Gerenciamento de Projetos e Portfólio. A empresa foi também reconhecida internacionalmente pela Microsoft por conta da excelência das soluções desenvolvidas e atuação no mercado corporativo. Na América Latina, a Prosperi foi a mais premiada em “Gerenciamento de Projetos e Portfólios”, conquistando 7 prêmios regionais, incluindo 6 consecutivos (2012, 2017, 2018, 2019, 2020, 2021 e 2022). Em 2018 e 2021, foi Finalista Mundial na mesma categoria. Presente em algumas das maiores empresas do Brasil que atuam internacionalmente, as soluções da empresa impactam a vida de milhões de pessoas diariamente. Em 2020, a solução Teams Ideas levou a Prosperi a ser escolhida como “Partner of the Year” na categoria “Apps and Solutions for Microsoft Teams” para toda a América Latina e Caribe.

Prosperi no Facebook | Prosperi no LinkedIn | Prosperi no YouTube

Acesse o Site da Prosperi | Access Prosperi Website

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos