Governo de Goiás vai elaborar projeto de duplicação da BR-364, entre Jataí (GO) e Rondonópolis (MT)

Vice-governador Daniel Vilela e presidente da Goinfra, Lucas Vissoto, participaram de reunião em Brasília (DF) nesta terça-feira, 7, com ministro dos Transportes, Renan Filho, parlamentares e prefeitos de Goiás e do Mato Grosso para pedir prioridade para execução da obra


 Fotos: André Costa.

O Governo de Goiás vai elaborar e doar à União o projeto de duplicação da rodovia BR-364, entre Jataí (GO), no Sudoeste goiano, e Rondonópolis (MT). A oferta foi feita pelo vice-governador de Goiás, Daniel Vilela, e prontamente aceita pelo ministro dos Transportes, Renan Filho, durante reunião realizada nesta terça-feira, 7, no ministério, da qual participaram parlamentares e prefeitos de Goiás e Mato Grosso para tratar da obra, considerada prioritária pelos líderes dos dois estados.

Ao elencar possibilidades de financiamento para duplicação da rodovia, o ministro pontuou que ainda faltava a elaboração do projeto. A fim de dar mais celeridade à execução da obra – e assim facilitar o escoamento da produção agrícola na região e garantir mais segurança aos motoristas que trafegam na via -, o vice-governador fez a oferta. O presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Lucas Vissotto, que também participou do encontro, assegurou que o projeto será feito o mais rápido possível. Ele e Daniel representaram o governador Ronaldo Caiado.

Daniel Vilela argumentou que a BR-364 está toda duplicada, desde Brasília até Jataí, mas o trecho que separa Jataí de Rondonópolis tem pista simples, apesar do tráfego intenso de veículos, sobretudo de carga, o que coloca vidas em risco e resulta em constantes acidentes graves.

"Pra se ter ideia, o trecho entre Jataí e Mineiros tem fluxo maior do que o de Rio Verde a Jataí, mas é uma rodovia muito perigosa", ressaltou o vice-governador. Daniel lembrou ainda que havia a expectativa pela concessão da rodovia à iniciativa privada, mas a informação de que não haveria a duplicação deixou todos em alerta, levando à formação da frente pela duplicação da BR-364. "É uma região de altíssima produtividade, muita tecnologia, uma região que merece e precisa destes investimentos, uma verdadeira artéria estrutural", definiu o vice-governador, sugerindo que a União assuma integralmente os investimentos a serem feitos na rodovia.

O ministro Renan Filho defendeu um modelo híbrido, com a divisão da rodovia em trechos, que podem ser licitados para concessão e outros para obra custeada pela União. Ele pontuou que nos últimos seis anos houve uma redução drástica de investimentos por parte do governo federal, principalmente para o início de novas obras. E lembrou que a partir do novo arcabouço fiscal, que será anunciado na próxima semana pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, será possível definir esses novos investimentos.

Daniel também destacou a união de forças em defesa da duplicação da rodovia. "Estamos construindo uma força política para que seja feito esse investimento pelo governo federal", defendeu. O ministro Renan Filho assegurou que há muitos projetos relacionados a Goiás que terão andamento, como a federalização de algumas rodovias estaduais e a obra do contorno viário de Aragarças. O vice-governador lembrou que o anel viário de Jataí, na rodovia BR-364, tem previsão de inauguração para a segunda quinzena de abril e, em nome do governador Ronaldo Caiado, convidou o ministro para participar.

Também estavam na reunião de trabalho o deputado federal Rubens Otoni, as deputadas estaduais Bia de Lima e Rosângela Rezende, e o deputado estadual Lucas do Vale, além dos prefeitos de Jataí, Humberto Machado, e de Mineiros, Aleomar Rezende, e as prefeitas de Perolândia, Grete Elisa Balz Rocha, e de Portelândia, Marly David Rezende Rodrigues. Bia de Lima, que é de Jataí, foi convidada a falar em nome das mulheres e pontuou que uma das regiões mais ricas do estado tem de ter prioridade em investimentos. Rosângela Rezende agradeceu a disposição do governo de Goiás de se dispor a fazer o projeto da duplicação. Já Rubens Otoni destacou a união de forças dos parlamentares e integrantes do Executivo para fazer com que a duplicação seja concretizada.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos