Homenagem às mulheres das forças de segurança pública será na próxima segunda-feira (6)

Durante o evento, receberão moção de louvor mulheres que integram o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Penal, Departamento de Estradas e Rodagem, Departamento de Trânsito e Defesa Civil

Foto: Lúcio Bernardo Jr.

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) realiza na próxima segunda-feira (6) sessão solene para render homenagem às mulheres que fazem parte das forças de segurança pública do DF. Por iniciativa do deputado Roosevelt Vilela (PL), a reunião tem início previsto para 14h30 no plenário e contará com transmissão pela TV Câmara Distrital no canal aberto 9.3, além do canal no YouTube.

O evento acontece na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (8 de março) e será uma forma escolhida pelo parlamentar para reconhecer o papel fundamental de cada uma delas nos órgãos em que atuam, além de fomentar a presença feminina nas instituições de segurança.

O distrital, que tem como uma de suas principais bandeiras a segurança pública, destaca a importância de promover esse tipo de evento e mostrar a força da mulher em um setor que, há anos, era essencialmente masculino. “Hoje, as mulheres exercem as mais diversas especialidades dentro de suas instituições. Isso representa a democratização e modernização da estrutura dos órgãos de segurança, confirmando que as mulheres possuem capacidade para ocupar todos os cargos”, enfatizou Roosevelt Vilela.

Durante o evento, receberão moção de louvor mulheres que integram o Corpo de Bombeiros (CBMDF), Polícia Militar (PMDF), Polícia Civil (PCDF), Polícia Penal (PPDF), Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Departamento de Trânsito (Detran-DF) e Defesa Civil. Compondo a mesa da sessão solene, estarão presentes uma representante de cada força de segurança.
Histórico

Até a década de 1980, as forças de segurança eram essencialmente ocupadas por homens. Entretanto, as transformações na sociedade e novas concepções da administração pública criaram condições para que as mulheres pudessem ocupar o seu espaço.

Atualmente, não se trata mais de uma função apenas de homens. Muitas mulheres trabalham em áreas operacionais, realizando patrulhamento ostensivo e fiscalizatório, enquanto outras cumprem a missão em delegacias e unidades prisionais ou desempenham função de comando e gestão. Vale destaque para uma mulher em especial, a atual Comandante-Geral do CBMDF, coronel Mônica, que chegou ao cargo mais alto de sua corporação em fato inédito na história do país.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos