‘Cancelar São João de Barreiras afeta todo ecossistema junino do Oeste’, alerta Danilo Henrique

O fortalecimento da cultura dos festejos juninos na região Oeste da Bahia será prejudicado devido ao cancelamento do São João de Barreiras, na avaliação de Danilo Henrique, liderança política da região e atual secretário municipal de Governo de Luis Eduardo Magalhães (LEM). O jovem político afirmou, nesta sexta-feira (05), lamentar a decisão da gestão barreirense e alertou que o intercâmbio econômico e cultural entre cidades da região, no período, ficará comprometido


Foto: Pedro Santos.

"Eu lamento muito o cancelamento do São João de Barreiras, pois trará, sem dúvidas, um grande prejuízo aos negócios do período e criará uma lacuna muito significativa no ecossistema junino de fortalecimento desses festejos em toda a região Oeste", diz Danilo.

O gestor do município vizinho explica as razões pela insatisfação: "Temos cidades que fazem seu São João no início do mês de junho, em Luís Eduardo Magalhães nós decidimos fazer na quinzena, exatamente por saber que Barreiras faz na data mesmo do São João. Temos também o São Pedro em outros municípios vizinhos e, com isso, manteríamos todo o mês ocupado com festividades".

"Não é uma questão de festa", pondera o titular da Segov de LEM. "Manter as festividades nas cidades deste lado da Bacia do Rio Grande serve para alavancar a economia, pois os comerciantes e barraqueiros de toda a região se preparam para este período, ajuda também a fortalecer a cultura junina e o intercâmbio do comércio e da população dessas localidades", afirma.

Danilo Henrique, filho do deputado estadual Antônio Henrique Junior (PP) e neto do ex-prefeito de Barreiras, Antonio Henrique, é apontado por correntes políticas do Oeste como uma aposta para oxigenar a disputa eleitoral pela sucessão municipal barreirense no ano que vem.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos