BRB

Do tempo do fogão à lenha ao atual: o que esperar da evolução dos eletrodomésticos para a cozinha brasileira


Consumidores modernos prezam por aparelhos que proporcionem economia e praticidade



 (Reprodução/ Unplash)


Belo Horizonte, maio de 2023 -  Você abre a geladeira, tira o pacote de frango já cortado e coloca na air fryer para assá-lo em questão de minutos. Enquanto isso, você prepara o arroz no cooktop e descongela alguns legumes no microondas. Agora, imagine se precisasse sair de casa para acessar a área da cozinha, acender o fogão à lenha e correr atrás de alguma galinha no quintal para depená-la e cozinhá-la durante horas. Era assim a rotina das cozinheiras brasileiras antes da invenção dos eletrodomésticos disponíveis hoje em dia. 


Antes da eletricidade, as cozinhas brasileiras eram construídas do lado de fora das casas, para evitar o calor dos fogões à lenha e o odor das sobras de alimentos. As mudanças mais significativas só ocorreram na segunda metade do século 19. Com a construção da rede de abastecimento de água a domicílio, em 1876 no Rio de Janeiro, as cozinhas passaram a ser parte das residências. 


Com a invenção da energia elétrica, não tardou para a evolução dos eletrodomésticos deslanchar. No início do século 20, o palácio do governo de São Paulo instalou o primeiro fogão a gás que se tem história no Brasil. Em 1928, as geladeiras elétricas já eram populares entre os norte-americanos. Algumas décadas depois, o microondas passou a ser comercializado no mundo. Era o início de uma era facilitada pela tecnologia. 


Tempos modernos 


Airfryers, cooktops, batedeiras e panelas automatizadas. Longe dos tempos de fogão feito a barro e acendido com lenha, os eletrodomésticos de hoje em dia trazem maior praticidade na hora de cozinhar e limpar. O que garante uma economia naquilo que se tornou um bem precioso atualmente: o tempo. 


Essa busca atual pelos consumidores pode ser vista entre os aparatos domésticos mais vendidos pelo e-commerce Bela Magazine: Cooktop 5 bocas, Cooktop 5 Bocas Tripla Chama e Air Fryer Oven 12L.  "O que percebemos hoje é que os eletrodomésticos mais buscados no nosso site são aqueles que garantem praticidade no dia a dia, seja ela uma maior facilidade para limpar depois do uso ou um modo de preparo mais rápido", afirma Marcos Aurélio CEO da Bela Magazine. 


A redução do gasto com energia elétrica também é uma grande preocupação entre os brasileiros. De acordo com levantamento feito pela Empresa de Pesquisa Energética, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, o consumo de energia elétrica das residências em 2023 foi de 13.311 GWh em janeiro, representando um aumento de 1,8% em comparação ao mesmo mês de 2022.


"Se compararmos uma air fryer com um forno elétrico, vemos que a principal vantagem da air fryer é um menor tempo de cozimento do alimento, o que acaba refletindo na conta de energia elétrica. Hoje percebemos esse interesse dos nossos clientes em eletrodomésticos que não só poupam tempo no dia a dia, como também garantem uma economia de energia", ressalta Marcos Aurélio. 


Sobre a Bela Magazine


Fundada em 2018, a Bela Magazine é um e-commerce que busca oferecer uma gama de produtos para o lar: móveis (cozinha, escritório e quarto infantil), eletrodomésticos, malas de viagem, tecnologia e itens de utilidades domésticas. Tudo isso aliado a preços acessíveis, qualidade, design e atendimento personalizado pelo site.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos