BRB

Rafael Prudente reage a críticas do Ministro Rui Costa que chamou Brasília de “ilha da fantasia”

O deputado Federal Rafael Prudente do MDB-DF aproveitou a visita que fez neste domingo (4), a Feira do Guará, para rebater as críticas do Ministro da Casa Civil, Rui Costa que chamou Brasília de “Ilha da Fantasia”. 

Foto: Djalma Cordeiro.


O parlamentar encontrou vários moradores de Brasília revoltados com as declarações do ministro. Rafael Prudente reagiu no mesmo tom, com indignação. “Ministro Rui Costa, Brasília não é uma Ilha da Fantasia como o senhor disse, quero convidá-lo a conhecer nossa cidade, o Sol Nascente, o Guara, a Estrutural, São Sebastião ... Talvez o senhor não conheça mesmo, pois vêm do estado da Bahia de avião da FAB, desembarca ali no aeroporto e vai direto para o Palácio, venha aqui conhecer efetivamente a realidade do nosso povo”, rebateu Rafael Prudente.
Durante a visita a feira, o deputado encontrou Adeilson dos Reis Macedo, ele é empresário e nasceu na Bahia, estado que foi governador pelo ministro Rui Costa, mas mora em Brasília há mais de 30 anos. Adeilson reclamou do descaso dos governadores da Bahia com a população. “Falta água no oeste da Bahia, problemas de infraestrutura, estradas, faltam itens básicos e vêm o ministro chamar Brasília de Ilha da Fantasia? Ele deveria conhecer melhor nossa cidade, inclusive os mais de 300 mil baianos que moram aqui”, disse o empresário. 
O chefe da Casa Civil, Rui Costa, atacou Brasília ao participar de evento na Bahia, na última sexta-feira. “Eu chamo aquilo de ilha da fantasia. Aquele negócio de colocar a capital longe da vida das pessoas, na minha opinião, fez muito mal ao Brasil”, disse. “Era melhor ter ficado no Rio de Janeiro ou ter ido para São Paulo, Minas ou para a Bahia. Para que quem fosse entrar num prédio daquele ou na Câmara dos Deputados ou no Senado, passasse antes de chegar no seu local de trabalho, numa favela, debaixo de um viaduto, com gente pedindo comida, com gente desempregado porque ali as pessoas vivem numa ilha ilusória, numa bolha de fantasia”, discursou.
Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos