BRB

A Ascensão do Threads: Um Olhar Detalhado no Novo Aplicativo de Mensagens do Instagram

 

Vinícius Taddone*

Começa mais uma fase na jornada do Social Media, que é de estudar a mais nova sensação da Web, desbancando tópicos como Chat GPT e Inteligência Artificial que vinham dominando os perfis dos criadores de conteúdos digitais. Threads é a mais nova rede social do grupo Meta.

 

O Threads é um aplicativo de mensagens criado pelo Instagram, concebido originalmente para facilitar a comunicação entre ‘Melhores Amigos’ ou contatos próximos na plataforma. A ideia era proporcionar um espaço mais privado e focado onde os usuários podem compartilhar fotos, vídeos e mensagens com um grupo selecionado de contatos do Instagram.

 

Foi lançado pela primeira vez em outubro de 2019, com um grupo privado de pessoas para atender seu propósito original. Ele foi projetado para funcionar em conjunto com o Instagram desde o princípio.

 

Porém, em julho de 2023, mais precisamente dia 5 de julho de 2023, às 20h, o app esteve disponível para toda a massa, e com algumas mudanças.

 

Seu novo propósito é de uma rede social descentralizada, principalmente para uso no formato texto.

 

A notícia de seu lançamento ganhou a web, onde seria lançado no dia 06/07/2023 às 11h, mas, por alguma razão (talvez de posição dos planetas), a empresa antecipou. Assim, como estava antes disponível para reserva somente em IOS, minutos depois do lançamento, já estava disponível também para ANDROID.

 

A Meta divulgou que o plano deles é fazer com que o Threads seja parte do Fediverso, uma rede social de diferentes servidores operados por terceiros que se conectam e podem se comunicar entre si.

 

O Fediverso (ou Fediverse) é uma coleção interconectada de redes sociais independentes, onde cada servidor pode estabelecer suas próprias regras e políticas. Todos esses servidores independentes, também chamados de instâncias, se comunicam uns com os outros através de um protocolo comum, permitindo que os usuários se conectem uns com os outros, mesmo que estejam em servidores diferentes.

 

Mastodon é um exemplo proeminente de uma plataforma de mídia social no Fediverso. Outros exemplos incluem PeerTube (para compartilhamento de vídeo), PixelFed (para compartilhamento de imagens), e muitos outros. Cada um desses sistemas pode se comunicar entre si, o que permite aos usuários do Mastodon, por exemplo, seguirem usuários do PeerTube.

 

O Fediverso é descentralizado e foi criado para ser uma alternativa às redes sociais tradicionais controladas por empresas, onde os usuários têm mais controle sobre seus próprios dados e interações.

 

No entanto, a descentralização também tem seus desafios e limitações. Por exemplo, a exclusão de conteúdo ilustra uma dessas limitações. Ainda assim, eu vejo o Fediverso como um passo na direção certa para uma internet mais democrática e centrada no usuário.

 

O ActivityPub é um protocolo de rede social descentralizado baseado na web. Ele fornece uma estrutura cliente-servidor para a criação, atualização e exclusão de conteúdo, bem como a entrega de notificações e conteúdo. Foi desenvolvido como parte do projeto Social Web Working Group, da World Wide Web Consortium (W3C) e tornou-se um padrão recomendado pelo W3C em janeiro de 2018.

 

O protocolo permite que servidores diferentes (ou “instâncias”) em uma rede social descentralizada (como o Fediverso) se comuniquem e compartilhem conteúdo. Assim, um usuário em uma instância pode seguir e interagir com usuários em outras instâncias. Plataformas como Mastodon, PeerTube e PixelFed usam o protocolo ActivityPub para esses fins.

 

Hoje como rede é óbvio que o Twitter é mais encorpado, tem anos há frente de evolução, muito mais recursos que o Threads. Mas pra mim o Threads não tem comparação. Será muito melhor. Justamente por estar no FEDIVERSO. Ele tem uma capacidade de crescimento infinitamente maior que o Twitter.

 

Outra coisa sobre o lançamento que é um dado importante… a Meta me lançou o Meta Quest 3 e o que aconteceu? Logo na sequência a Apple entrou na briga com o Apple Vision Pro, que assumiu rapidamente as notícias abafando a Meta. Depois e em paralelo, só ouvimos sobre Inteligência artificial e o chat GPT, logo, a Meta vem com uma nova rede social… boommmm só se fala de Threads. A estratégia de antecipação veio para assumir os holofotes novamente.

 

 

*Vinícius Taddone é diretor de marketing e fundador da VTaddone® vtaddone.com.br


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos