Governo de Goiás investe mais de R$ 11 milhões na construção de colégios Padrão Século XXI, em Goianira

Estado entregará duas novas unidades para  o município, que é um dos três do Brasil com maior crescimento nos últimos 12 anos, segundo IBGE

Foto: Pedro Oliveira.

Um dos municípios que compõem a região metropolitana de Goiânia, Goianira chamou a atenção no cenário nacional por ser uma das três cidades brasileiras com maior crescimento populacional nos últimos 12 anos, saltando de 34 mil habitantes, em 2010, para 71,9 mil, em 2022.

Com a rápida expansão demográfica surgiu também a necessidade de ampliar o número de vagas na rede estadual de ensino de forma a atender as crianças e jovens da região com qualidade.

Atento a essa realidade, o Governo de Goiás entregou, no ano passado, duas novas unidades escolares: Colégio Estadual Walter Bernardino Borges e o Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Professora Lázara de Fátima e Silva Flores. E está investindo R$ 11,6 milhões na construção de mais dois colégios Padrão Século XXI, ampliando consideravelmente o atendimento no Ensino Fundamental II e Médio.

Um dos colégios será inaugurado no final deste ano na Vila Verdes Mares. Já o outro, no Setor São José, começará a funcionar na primeira semana de agosto, marcando o início do segundo semestre letivo.

Obra concluída
A unidade escolar vai receber os alunos do Colégio Estadual Maria Luiza dos Santos Silva, que estava funcionando de forma provisória em um espaço alugado. A instituição de ensino é mais uma das muitas obras retomadas pela atual gestão, depois de passar um longo período abandonada.

O prédio começou a ser construído em 2013 e as obras foram paralisadas dois anos depois, sendo retomadas em fevereiro de 2021. O investimento feito para a conclusão foi de R$ 5,7 milhões.

Durante uma visita às futuras instalações do C. E. Maria Luiza, a gestora da unidade escolar, Júnia Rachel Ramos Abbade, disse que a transferência para o novo prédio está sendo aguardada com muita ansiedade por estudantes e professores.

"Estamos muito felizes porque vamos sair de um espaço com salas pequenas e inadequadas para uma estrutura de primeiro mundo como essa. Aqui tudo contribui para a gente avançar na qualidade do ensino. O espaço é muito bom, as salas de aula são espaçosas e ainda temos os laboratórios de Informática, de Ciências e a quadra esportiva", comenta a diretora.

Com a mudança de local, o C. E. Maria Luiza dos Santos Silva poderá triplicar o número de alunos atendidos. Atualmente a unidade escolar conta com 400 alunos em dois turnos, mas agora terá condições de matricular 1.400 estudantes, caso funcione a noite.

Aluno da 1ª série do Ensino Médio, Wallisson Batista da Silva, de 16 anos, acredita que estudar em um prédio com tantas inovações será um diferencial para sua formação. "Nós estamos nos preparando para o Enem e os laboratórios de Ciências e de Informática serão essenciais nesse momento", salienta.

Padrão Século XXI
Até o começo de 2024, o Governo de Goiás deve inaugurar outra unidade Padrão Século XXI em Goianira. A instituição fica na Vila Verdes Mares e já está com 30% de suas obras concluídas.

Orçada no valor de R$ 5,8 milhões, o prédio contará com área construída de 2.808 metros quadrados para abrigar as futuras instalações do C. E. Professora Judith Florestina Dias. Hoje ele funciona em dois turnos e passará a atender a comunidade também no período noturno.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos