BRB

Reunião do Conselho Federativo da Unimed Federação Centro Brasileira discute projetos e apresenta cases de sucesso

 


 

O Conselho Federativo da Unimed Federação Centro Brasileira reuniu-se, no dia 14 de julho, com a participação da diretoria da Federação e das Unimeds federadas. No encontro, que ocorreu no formato híbrido, foram discutidos diversos assuntos e apresentados cases de sucesso que demonstraram o empenho e a eficiência das cooperativas.

 

O vice-presidente do Federação, Sérgio Baiocchi, iniciou a apresentação destacando os resultados financeiros obtidos nos meses de maio e junho. Foi informado que as metas financeiras estabelecidas foram alcançadas e até mesmo superadas, com o desenvolvimento e ampliação de projetos.

Outro tema em pauta foi o projeto de telemedicina, apresentado pelo diretor-superintendente da Federação, Martúlio Nunes Gomes. Ele explicou que, após várias reuniões e avaliações, duas plataformas foram selecionadas pela Federação: Dr. Online e PEP. Contudo, segundo o diretor, a Federação encontrou dificuldade para padronizar um produto federativo, pois as tratativas para implantação da plataforma de telemedicina devem ser analisadas de acordo com as necessidades de cada Singular.

“Mas, estamos à disposição das Unimeds federadas para prestar suporte nesta contratação”, disse Martúlio Nunes Gomes. O presidente Danúbio Antonio de Oliveira enfatizou que a telemedicina já é uma realidade e a proposta será amplamente debatida no 25º Simpósio das Unimeds do Centro-Oeste e Tocantins (Sueco), que será realizado em Goiânia no mês de setembro.

Ele ressaltou a importância de priorizar a contratação de médicos cooperados, seguindo o princípio da cooperativa de gerar emprego e renda para seus cooperados. No entanto, caso não haja a especialidade desejada entre os cooperados, a contratação externa é uma alternativa viável.

Outro projeto apresentado foi o do clube de compras. O diretor-superintendente da Federação, informou que já contratou um comprador. O objetivo é realizar compras conjuntas, visando reduzir custos. Posteriormente, a intenção é criar uma distribuidora para atender as Unimeds federadas.

 

Cooperados

Eduardo Rachid, representante da Unimed do Brasil, discorreu sobre a reformulação do Programa Nacional de Gestão e Relacionamento com Cooperados, anteriormente conhecido como Programa Nacional de Valorização do Médico Cooperado.

 

A pesquisa de satisfação dos médicos cooperados também foi apresentada. O diretor de Integração Cooperativista e Desenvolvimento Institucional da Federação, Éder Cássio Rocha Ribeiro, destacou a relevância desta pesquisa para que a cooperativa saiba o que os cooperados pensam e defina estratégias voltadas para esse público.

 

Sueco

Saulo Lacerda, gerente atuarial na Unimed do Brasil, apresentou a proposta e os valores sugeridos para o Fundo de Alto Custo. Ele fez uma simulação de custos para as cooperativas. As Singulares federadas têm um prazo de 10 dias para indicar membros para um grupo técnico que avaliará a criação do fundo. A expectativa é que a decisão final sobre o assunto aconteça na próxima reunião do Conselho, durante o 25º Sueco, e que o fundo seja colocado em prática em janeiro de 2024.

 

A programação completa do 25º Sueco, que acontecerá de 13 a 15 de setembro, foi apresentada no encontro e o presidente da Federação reforçou o convite para a ampla participação das Unimeds federadas. “Esperamos todos os dirigentes e técnicos, pois essa será uma excelente oportunidade de aprendizado e interação”, disse.

 

Cases

Márcio Emrich Campos, presidente da federada Unimed Rio Verde, compartilhou o case do projeto de Gestão da Rede Prestadora, implantado na Singular e que otimizou e aprimorou o serviço. Uma das iniciativas foi a criação de um canal de comunicação entre a rede prestadora e a operadora, facilitando o envio de solicitações, reclamações ou dúvidas. Emrich mencionou também a implementação de programas de educação continuada para a qualificação da rede, com cursos voltados para secretárias de médicos, faturamento e apresentação de novos processos. Essas ações foram realizadas de maneira ágil, acessível e obtiveram grande adesão.

 

A presidente da federada Unimed Cerrado, Shirley Gonçalves de Pádua Miguel, apresentou o case do plano Unirregional, que trouxe um diferencial para as empresas clientes, a maioria delas do setor agrícola. Segundo ela, o plano mostrou-se uma oportunidade para aumentar a carteira, gerar mais renda para os cooperados e ampliar o atendimento aos clientes. A presidente e a gerente de Mercado, Patrícia Novaes, explicaram que os resultados foram extremamente positivos e que o plano se tornou o melhor produto da operadora. Patrícia Novaes citou ainda a baixa sinistralidade, a evolução das vidas – atualmente, são 331 contratos e mais de 6 mil vidas -, e enfatizou o crescimento expressivo com rentabilidade e sustentabilidade, além de ótimas perspectivas.

 

Maurício Thomas, presidente da federada Unimed Palmas, e a advogada Thais de Paula apresentaram o case da cooperativa: Núcleo de Conciliação, Termo de Cooperação e Termo Aditivo firmados entre a Unimed Palmas e o Tribunal de Justiça do Tocantins. Essa parceria conferiu à Unimed Palmas o selo de "Amiga da Justiça", após a instalação de um núcleo de conciliação na cooperativa, que tem proporcionado maior celeridade e efetividade aos processos. A Unimed Palmas destaca-se como pioneira nesse tipo de termo no Brasil e espera expandir essa prática.

 

Mercado

Silvair Azevedo, da Federação Minas, apresentou o Projeto de Aceleração de Vendas, que utiliza ferramentas de marketing para prospectar a comercialização dos planos, reduzindo o tempo de trabalho e aumentando a eficiência das ações dos vendedores. Walter Cherubim Bueno, da Unimed Nacional, também participou da reunião e compartilhou novidades da cooperativa. Ele citou a evolução da carteira, os desafios enfrentados, a mudança no modelo de gestão e na contratação da rede prestadora, os projetos em andamento e as perspectivas da Unimed Nacional.

 

O presidente da Federação anunciou a criação de um Comitê de Gestão, que será composto por gestores das Singulares. Alano Queiroz, da Unimed Goiânia, falou sobre a criação do serviço de PET CT pela federada, que está disponível para todas as Unimeds. Também foi apresentado um raio-x das ações da Federação, encerrando a reunião do Conselho Federativo da Unimed Federação Centro Brasileira.

 

 

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos