Caiado entrega 28 casas a custo zero em Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do DF

Outras 18 moradias serão construídas no município. Governador ressalta que a entrega de construções dignas sem custo é ação única no Brasil e garante a emancipação das famílias mais vulneráveis



Fotos: Júnior Guimarães.

O governador Ronaldo Caiado entregou 28 casas a custo zero para famílias de Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do Distrito Federal, nesta sexta-feira (15/09). Com investimento de R$ 3,2 milhões, as moradias fazem parte do programa Pra Ter Onde Morar – Construção, que já viabilizou a construção de 6 mil casas em todas as regiões do estado. Caiado lembrou que a garantia de moradia digna, além de um direito básico, é porta de entrada para outras políticas públicas emancipatórias e de desenvolvimento social.

"Muitos que não enxergam as pessoas mais necessitadas podem até achar que fazemos pouco. É que nós fazemos muito é para o cidadão que mais precisa. Temos a obrigação de dar apoio para essas pessoas que, agora, vão entrar em uma casa dessas e viver dignamente", ponderou o chefe do Executivo goiano. Caiado vistoriou a estrutura das casas e realizou a entrega simbólica das chaves para a recicladora Rogéria da Silva, mãe de três filhos, que dormia na rua e sobrevivia com recursos de outro programa do Estado, o Mães de Goiás.

Mãe solo de quatro filhos, a auxiliar de serviços gerais Priscila Gonçalves, de 32 anos, também foi contemplada. "O sentimento é de gratidão por estar recebendo essa benção e ter a moradia própria junto com meus filhos. Pra gente que é de baixa renda, é bem difícil conseguir. Divorciei, tive que voltar pra casa da minha mãe com meus filhos. Pretendo mudar na semana que vem, assim que possível", explicou.

A ação do Governo de Goiás é executada por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab) e da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra). As famílias contempladas foram selecionadas por sorteio público, depois de previamente habilitadas. Outras 18 moradias serão construídas no município, com investimento de R$ 2,1 milhões. Cada casa tem custo de aproximadamente R$ 127 mil, com recursos do Fundo de Proteção Social (Protege), coordenado pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS).

O vice-presidente da Agehab, Wendel Garcia, representou o presidente Alexandre Baldy, e ressaltou a importância da ação, que é pioneira no país. "Essa vontade do governador em levar habitação de qualidade para os quatro cantos de Goiás, sem nenhum tipo de contrapartida, deu origem ao maior e mais inclusivo programa de habitação social do Brasil", salientou. Além do custo zero, a capilaridade do programa chega a todas as regiões do estado. "Temos um programa vitorioso que se espalha em mais de 130 cidades", destacou Pedro Sales, secretário de Infraestrutura.

A secretária do Entorno do Distrito Federal, Carol Fleury, lembrou as transformações sociais que a região tem experimentado. "O governador não mede esforços, nem fica concentrado onde já está tudo bem. Ele faz ao contrário, quer ir onde as pessoas mais precisam e exige qualidade", destacou. O prefeito de Santo Antônio do Descoberto, Aleandro Caldato, relatou a eficiência do programa. "São melhorias que chegam para a região com um trabalho humano, técnico e responsável, que entregou casas para famílias que realmente necessitavam de um teto."

Pra Ter Onde Morar
O programa é destinado às famílias com renda familiar de até um salário mínimo e que estejam com a inscrição atualizada no CadÚnico. Além disso, é preciso morar no município há pelo menos três anos, não ter casa própria e nem ter sido beneficiado anteriormente em programa de moradia. As casas são construídas com 100% de recursos estaduais e contam com a parceria das prefeituras, que viabilizam o terreno e a infraestrutura.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos