Setembro Amarelo: saúde mental é uma causa que merece nossa atenção constante

 



O mês de setembro é marcado por uma importante campanha de conscientização: o Setembro Amarelo. Esta iniciativa global tem como objetivo principal sensibilizar a sociedade sobre a importância de cuidar da saúde mental e prevenir o suicídio. A campanha ganhou relevância ao longo dos anos, destacando-se como um farol de esperança para milhões de pessoas em todo o mundo.


O Setembro Amarelo foi criado em 2015, no Brasil, pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM). Desde então, a campanha se espalhou por todo o planeta, contando com a adesão de organizações, profissionais de saúde mental, voluntários e pessoas comuns que reconhecem a urgência de abordar a questão da saúde mental de forma aberta e compassiva.


Kerielle Rodrigues, psicóloga clínica especializada em saúde mental e bem-estar emocional,  destaca a importância do Setembro Amarelo como uma oportunidade para abrir diálogos sobre um assunto muitas vezes negligenciado. "A saúde mental é tão crucial quanto a saúde física, mas muitas pessoas ainda têm dificuldade em falar sobre seus sentimentos e emoções. O Setembro Amarelo nos encoraja a quebrar esse tabu e oferece recursos para aqueles que precisam de ajuda", afirma a psicóloga.


A campanha utiliza a cor amarela como símbolo da vida, da esperança e da prevenção ao suicídio. Durante o mês de setembro, diversos eventos são realizados para promover a conscientização e oferecer apoio às pessoas que estão passando por momentos difíceis. Também é um período em que se destaca a importância de buscar ajuda profissional e de compartilhar experiências pessoais, para que aqueles que sofrem não se sintam sozinhos em sua jornada.


Kerielle Rodrigues ressalta que a prevenção ao suicídio começa com a compreensão de que a saúde mental é uma prioridade. "A pressão da vida moderna, o estigma em torno de problemas psicológicos e a falta de acesso a cuidados adequados são desafios reais que muitos enfrentam. O Setembro Amarelo nos lembra de que, juntos, podemos fazer a diferença ao oferecer apoio, compreensão e recursos para aqueles que precisam."


Além disso, a psicóloga enfatiza a importância de se educar sobre os sinais de alerta e de estar atento aos amigos e familiares. "Às vezes, um simples gesto de escuta atenta pode salvar uma vida. Não subestimemos o poder do apoio emocional", diz Kerielle. O Setembro Amarelo é um lembrete de que a saúde mental é uma causa que merece nossa atenção constante. Precisamos continuar a trabalhar para eliminar o estigma, promover o acesso a tratamentos de qualidade e garantir que todos possam encontrar apoio quando necessário. Ao fazer isso, podemos construir um mundo onde a esperança, a compreensão e o cuidado com a saúde mental sejam valores fundamentais.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos