BRB

Associados da AABB Brasília vão às urnas neste fim de semana

 

Eleições definirão os rumos de um dos melhores clubes da capital federal pelos próximos quatro anos

  

Mais de quatro mil associados da AABB Brasília poderão participar das Eleições Gerais 2023, que ocorrem neste sábado e domingo (25 e 26/11), das 9h às 17h, na Sede Social. O último pleito ocorreu em 2019 e teve José Augusto de Oliveira como presidente eleito por aclamação. Ele entrega uma gestão repleta de conquistas, diversas obras e muitos projetos de modernização. O indicado pela chapa da situação para dar continuidade ao trabalho que tem consolidado a AABB como um dos melhores clubes da capital federal é Waldyr Peixoto, atual vice-presidente Social, que tem na experiência o seu principal cartão de visitas.

Por outro lado, o grupo que comandava a AABB Brasília há mais de 15 anos tenta retomar o poder. Liderados pelos pelo ex-presidente Fausto Lima Peixoto, que exerceu o cargo nos períodos 1992/1995, 1998/2001, 2001/2004 e 2004/2007, os associados da chapa de oposição pregam discurso de “renovação”, mas contam com vários ex-dirigentes na chapa. Entre eles, está Roriman Figueiredo, integrante da Diretoria em 2001/2004, 2004/2007 e 2007/2010, mas que estava desligado do clube desde dezembro 2021 e retornou ao quadro associativo há três meses apenas para tentar voltar à gestão. Outro candidato da chapa “renovação” é Elpidio Taube, vice-presidente de Patrimônio nas gestões de 2001/2004, 2004/2007 e 2007/2010.

Mais um fato curioso das Eleições 2023 é que chapa 1, da situação, denominada, “Somos + AABB”, conta com 55,6% de novos integrantes em relação à atual gestão. De acordo com o perfil @somosmaisaabb no Instagram, o grupo conta com novos associados comprometidos com mudanças que tornarão a AABB ainda melhor. “Acredito que uma boa gestão se faz com experiência, mas novos dirigentes são essenciais para oxigenar ideias e desenvolver novos projetos. Fiz questão de que a nossa chapa tivesse mais de 50% de renovação em relação à atual gestão”, declarou em carta aberta Waldyr Peixoto,candidato à Presidência pela chapa 1.

Na reta final da campanha, a chapa 2 vem sendo acusada de promover uma onda de fake news para confundir os associados. O exemplo mais nítido foi uma pesquisa divulgada no início desta semana que aponta uma série de críticas ao clube. No perfil da @chapa2aabb no Instagram, há a informação de que 87% dos associados “reclamam da precariedade e falta de limpeza dos banheiros em todas as áreas do clube”. Não há informações sobre a base de dados ou métodos para chegar ao expressivo número de insatisfação, o que deixou muitos associados desconfiados. "Queremos reinventar a AABB", afirmou em vídeo o candidato à presidente pela chapa adversária, Feitosa, que nunca exerceu nenhum cargo na gestão da AABB Brasília.

Representatividade feminina

A chapa1 acredita que promover a diversidade é fundamental para que a AABB seja cada vez mais criativa, produtiva e ofereça serviços de alta qualidade.  Por isso, o grupo encabeçado por Waldy Peixoto, pela primeira vez na história da AABB Brasília, inscreveu o dobro de mulheres em relação à chapa adversária. “Nosso objetivo é garantir voz ativa das mulheres na tomada de decisões e mais espaço para planejar o futuro do nosso clube”, afirma Waldy Peixoto, da chapa 1.

Mais polêmicas

Outro fato que causou estranheza para quem acompanha o processo eleitoral da AABB Brasília foi a divulgação pela chapa adversária de uma série de avaliações negativas contidas no Google. Muitos comentários são de “uma semana atrás” e assinados por pessoas que não são associadas do clube. Para muitos, ficou nítida a impressão de que as críticas foram plantadas com fins eleitoreiros.

Duas décadas sem Eleições?

Presidente da Comissão Eleitoral em 2019, Sérgio Riede desconstruiu uma narrativa elaborada pela chapa 2 de que "há mais 20 anos não há eleição na AABB Brasília". O fato chegou a confundir alguns associados, devido ao excesso de repetições por meio de vídeos em grupos de WhatsApp. Porém, conforme explicou em vídeo Sérgio Riede, o associado teve o direito de manifestação. "Quando há apenas uma chapa inscrita, os normativos da AABB preveem que a Eleição se dá por aclamação. Contudo, exige-se, um quórum de presença de associados. Portando, o associado se manifesta sim", explicou Riede.

Integrantes da chapa 2 “renovação”, Fausto Peixoto e Pacheco, inclusive, foram eleitos para o Conselho Deliberativo da AABB Brasília em 2016, quando a Eleição também se deu por aclamação.

“Até 2010 houve disputa. E de 2010 para 2023 são 13 anos e não duas décadas. Eu tinha o dever de fazer esse esclarecimento”, finalizou Sérgio Riede, ex-diretor do Banco do Brasil.

Propostas sólidas

Com a renovação de 100% do Conselho Fiscal, a chapa 1 propõe mais transparência para garantir novos processos de compliance e outras ferramentas de controle interno, além de melhorias nas práticas de governança corporativa. Para as famílias, a chapa 1 se compromete com a instalação de brinquedoteca, substituição de brinquedos nos parques infantis e novas
benfeitorias no parque aquático.

Na parte de obras, a chapa Somos + AABB se compromete com a troca do gramado sintético, reforma dos vestiários dos ginásios, reforma na piscina olímpica construção de pista de skate, instalação de elevador na Sede Social (acessibilidade) e reforma na Sede Social, eliminando as infiltrações. Novo restaurante, substituição de mobiliários e iluminação de LED em todo o clube são outras propostas.

A chapa tem ainda o apoio oficial de diversos deputados distritais, conselheiros do Tribunal de Contas do DF e, devido à experiência de Waldyr Peixoto, a manifestações de dirigentes de quase todas as AABB’s Brasil afora. 

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos