BRB
GDF

CIC-Fieg faz balanço de 2023 e discute expectativa do setor para o próximo ano



Goiânia, 18 de dezembro de 2023 - A Câmara da Indústria da Construção (CIC), liderada pelo empresário Sarkis Nabi Curi, encerrou o ano com chave de ouro ao promover sua última reunião de 2023. O encontro, realizado na Casa da Indústria e prestigiado por conselheiros, empresários e autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, teve como objetivo principal fazer um balanço das atividades desenvolvidas pelo colegiado ao longo do ano e discutir as expectativas para o setor no próximo ano.

Durante o almoço de confraternização, estiveram presentes o vice-presidente da FIEG, André Rocha, e Emílio Bittar, além da secretária de Estado da Economia, Selene Peres Nunes. Também participaram do evento o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT18), Wellington Luís Peixoto, o procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT), Alpiniano do Prado Lopes, a chefe da Seção de Inspeção do Trabalho da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás (SRTb/GO), Jacqueline Carrijo, o deputado estadual Cairo Salim e o vereador Willian Veloso.

O desembargador Wellington Peixoto destacou a importância da atuação conjunta dos três poderes em prol do bem comum e ressaltou a representatividade encontrada na CIC-FIEG. Segundo ele, quando as instituições trabalham em harmonia, a sociedade como um todo se beneficia, resultando em uma devolutiva social mais positiva e fundamentada no diálogo.

Essa opinião foi compartilhada por Jacqueline Carrijo, representante da SRTb/GO, que reconheceu o entrosamento do colegiado e das instituições que compõem o Sistema FIEG na busca por soluções para os desafios que permeiam as relações de trabalho atuais, como a informalidade e a qualificação profissional.

A secretária de Economia, Selene Peres Nunes, ressaltou a importância do setor produtivo para o crescimento de Goiás e afirmou que o Estado não pode avançar sem o apoio da indústria. Ela reforçou o compromisso de seu departamento em manter um diálogo aberto com o setor empresarial, mesmo diante da Reforma Tributária, e afirmou que estão trabalhando em conjunto para impulsionar projetos de desenvolvimento econômico. Selene destacou que as empresas e os impostos gerados pelo setor produtivo são fundamentais para sustentar o Estado.

Por sua vez, o vice-presidente da FIEG, André Rocha, enfatizou que o ano de 2023 foi marcado por diversos desafios, mas a resiliência e a capacidade de superação do setor são ainda maiores. Ele parabenizou todos os envolvidos que se esforçaram para que a indústria brilhasse e ressaltou a importância de continuar trabalhando em conjunto para enfrentar os desafios que estão por vir.

Com o encerramento das atividades de 2023, a CIC-FIEG se mantém otimista em relação ao futuro. A expectativa para o próximo ano é de que o setor da construção continue a se fortalecer, impulsionando o desenvolvimento econômico de Goiás e contribuindo para a geração de empregos e renda. A união entre os diversos setores da sociedade, representada nas reuniões da CIC-FIEG, demonstra que juntos é possível superar obstáculos e construir um futuro promissor para o estado.

A confraternização da CIC-Fieg foi acompanhada também por presidentes e gestoras de 15 sindicatos das indústrias da base da Fieg e representantes de entidades ligadas à indústria da construção.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos