Governos brasileiro e alemão assinam Declaração Conjunta de Intenções para combate ao crime organizado e tráfico de drogas, armas e pessoas

Ministro Ricardo Lewandowski e governo alemão assinam declaração conjunta de intenções para combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas, pessoas e armas. (foto: Jamile Ferraris / MJSP).
Ministro Ricardo Lewandowski e governo alemão assinam declaração conjunta de intenções para combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas, pessoas e armas. (foto: Jamile Ferraris / MJSP)

O documento prevê troca de informações, intercâmbio de programas de formação e aperfeiçoamento profissional, constituição de equipes conjuntas de investigação, entre outras ações


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, e a ministra do Ministério Federal do Interior e da Coesão Territorial da Alemanha, Nancy Faeser, assinaram, nesta segunda-feira (26), a Declaração Conjunta de Intenções para fortalecer a cooperação no combate ao crime organizado, à lavagem de dinheiro, ao tráfico de drogas, pessoas e armas e ao crime ambiental internacional.

A formalização da Declaração Conjunta de Intenções ocorreu na Embaixada da Alemanha e já está em vigor nesta segunda-feira (26).

O documento prevê o fomento à troca de informações, métodos e tecnologias; intercâmbio pessoal no âmbito de programas de formação e aperfeiçoamento profissional; constituição de equipes conjuntas de investigação; entre outras ações. Confira a Declaração completa aqui .

Cooperação

Durante a entrevista coletiva, o ministro Ricardo Lewandowski destacou os laços históricos entre as nações na cooperação técnica, que abrange as áreas ambiental, comercial, econômica e de segurança pública.
O titular do MJSP ressaltou que a troca de informações entre as nações vai permitir ampliar o combate à criminalidade organizada, principalmente no que diz respeito aos avanços tecnológicos que a Alemanha possui, especialmente na lavagem de dinheiro.

"Acabamos de assinar uma declaração conjunta em que ambos os países - Brasil e Alemanha - se comprometem a aprofundar essa cooperação. Já especificamos os interesses que temos em comum e o mais imediato deles é a aplicação da inteligência artificial no combate ao crime organizado, especialmente em relação ao narcotráfico e à lavagem de dinheiro", destacou Lewandowski.

"Conversamos também sobre outros temas, como o combate da criminalidade no meio ambiente, que anda de mãos dadas com o crime organizado, porque é uma forma de financiar o crime organizado. É muito importante ter isso em mente, pois esse é o nosso foco e, por isso, nós estamos reforçando nossos esforços com esse documento de cooperação", enfatizou a ministra do Interior e da Coesão Territorial da Alemanha, Nancy Faeser.

A autoridade alemã ressaltou, ainda, que o trabalho de investigação em parceria entre os países não só ampliará o combate de crimes, mas também permitirá que este enfrentamento ocorra de forma mais rápida, ágil e eficiente.

O documento não constitui um tratado e nem atribuiu direitos ou obrigações regidos pelo Direito Internacional, mas se trata de uma Declaração Conjunta de Intenções, com indicações das áreas em que os países pretendem aprofundar sua cooperação.

Por: Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos