Quem cuida de quem cuida da gente? Uma reflexão sobre o meio ambiente

 

Francisco Carlos Oliver *

A conscientização ambiental vem se tornando um discurso prioritário em todo o mundo, compreendendo-se que o primeiro passo para desenvolver ações e projetos eficazes, é sem dúvida, começar com a conscientização de toda a sociedade sobre a situação atual, atrelada as projeções para o futuro ambiental do mundo.

Para endossar essas pautas conectadas ao nosso meio ambiente, neste mês de janeiro, comemoramos duas datas importantes, o Dia Mundial da Educação Ambiental (26/01) e o Dia do Engenheiro Ambiental (31/01).

Além de comemorar essas datas, é necessário discutir sobre duas coisas: a urgência em sensibilizar e educar a sociedade, principalmente sobre práticas sustentáveis e como prova disso, em uma pesquisa publicada pela UNESCO em 2022, intitulada “Aprender para o planeta: Revisão global das questões relacionadas ao meio ambiente e como estão integradas à educação”, constatou que a educação ambiental é deficiente no ensino básico em 55% dos países. Um dado alarmante sobre o desconhecimento de muitos sobre a educação ambiental e suas práticas.

E o outro ponto para discussão é o reconhecimento do papel dos profissionais que buscam sempre por soluções ambientais inovadoras para resolver problemas cruciais do nosso meio ambiente.

Se por um lado a educação ambiental vai muito além de apenas instruir a sociedade sobre práticas sustentáveis simples, como: separar o lixo, economizar água ou energia, fazendo-se necessário também entrarmos na seara do ESG [em inglês] nas empresas, orientar e proporcionar que as pessoas realizem trocas inteligentes (aquisição de materiais biodegradáveis e até a reutilização de água da chuva, por exemplo), por outro lado, é através dos engenheiros ambientais que as ações práticas acontecem, até porque, cabe a esse profissional, desenvolver soluções ambientais, promover a concepção de sistemas de tratamento de água e esgoto e até mesmo do lixo, além de analisar e controlar os níveis de poluição do ar.

O engenheiro ambiental é aquele profissional indispensável para a empresa que lida com questões ligadas ao meio ambiente (seja na área de construção, indústria, saneamento ou para as que buscam apenas se adequarem às práticas ESG, dentre outras do nicho).

A unificação da educação com a ação são fundamentais para construirmos um futuro mais sustentável e desenvolver uma oportunidade única de fortalecer os laços entre a comunidade global e a proteção do meio ambiente.  A educação ambiental também está atrelada ao curto prazo, existindo ações imediatas e eficazes. É sobre fazer a sua parte, o “trabalho de formiguinha”, onde cada um cuida do meio ambiente como pode e que se torna muitas vezes eficaz e transformador em um grupo, bairro ou comunidade, por exemplo.

 

*Francisco Carlos Oliver é engenheiro e diretor técnico e comercial da Fluid Feeder, empresa 100% nacional e certificada pelo ISO 9001:2015, que atua no fornecimento de equipamentos para tratamento de água e efluentes, com soluções de alta tecnologia para medição, transferência e dosagem de produtos químicos sólidos, líquidos e gasosos. www.fluidfeeder.com.br

 

 

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos