Volta às aulas: a importância dos combinados em sala de aula

Acordos ajudam a garantir ambiente de aprendizado positivo e seguro no retorno à escola


Crédito: Envato


Em fevereiro, a maior parte das escolas em todo o país volta às salas de aula para mais um ano letivo. E garantir o engajamento dos estudantes durante essa retomada é fundamental para o sucesso do processo de ensino e aprendizagem, o que exige alguma prática e muita técnica por parte dos professores. Uma das formas de fazer isso é estabelecer os famosos combinados, logo no início do período letivo. Os combinados ou contratos pedagógicos são acordos estabelecidos entre professores e alunos com o objetivo de garantir um ambiente de aprendizado positivo e seguro. Esses acordos contribuem para melhorar o relacionamento entre as partes, promovendo a construção de um ambiente pautado pela  confiança e respeito mútuo. Eles definem as regras de convivência, os deveres e direitos - tanto dos alunos, quanto do professor, orientando o funcionamento adequado da sala de aula. “Eles contribuem ainda para aprimorar a comunicação e o relacionamento entre professores e alunos, estabelecer expectativas claras e alinhadas, promover a autonomia e a responsabilidade dos estudantes, além de prevenir conflitos e facilitar a resolução de problemas”, enumera a mestre em Educação, Ana Lívia Baptistella Araújo.. 

Segundo ela, a construção dos combinados deve ser um processo participativo, envolvendo professores e alunos. “É importante que os alunos participem ativamente das discussões e da elaboração das regras, permitindo que se sintam parte integrante do processo e assumam a responsabilidade pelo cumprimento dessas normas”, explica. Ela sugere iniciar a discussão com uma pergunta aberta, como “o que vocês acham que é importante para um bom ambiente de sala de aula?”. Além de ouvir atentamente as opiniões dos alunos, a educadora aconselha registrar as ideias apresentadas, compartilhar as próprias sugestões e, por fim, concluir a discussão com a elaboração de um documento escrito, assinado por todos os participantes.

De acordo com a consultora pedagógica da Aprende Brasil Educação, Valquíria Alves, as regras de convivência devem ser elaboradas de forma participativa, para que os alunos se sintam parte integrante do processo e se responsabilizem por cumpri-las. “É essencial  revisar periodicamente esses combinados para garantir que ainda sejam adequados à realidade da sala de aula”, lembra. A revisão também deve contar com a participação ativa dos alunos, assegurando que eles se sintam envolvidos na atividade e assumam a responsabilidade por cumprir o que foi acertado. “Assim, tanto professores, quanto alunos podem contribuir para a criação de um ambiente de aprendizado onde todos possam aprender e se desenvolver”, ressalta Valquíria. 

Ana Lívia Baptistella Araújo foi a convidada do episódio 68 do podcast PodAprender, produzido pela Aprende Brasil Educação, cujo tema foi a importância dos combinados em sala de aula. Todos os episódios do PodAprender estão disponíveis gratuitamente no site  (aprendebrasil.com.br) e nas plataformas Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, além de estarem presentes nos principais agregadores de podcasts do Brasil.

_______________________________________

Sobre Aprende Brasil Educação

A Aprende Brasil Educação atua em todo o território nacional, potencializando a educação pública brasileira, oferecendo soluções educacionais que estimulam o conhecimento e apoiam os estudantes da Educação Infantil aos anos finais do Ensino Fundamental no processo de aprendizagem. Saiba mais em aprendebrasil.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos