BRB

Adasa participa do lançamento do edital do Projeto Produtor de Água no Descoberto

Hoje é 22 de março - Dia Mundial da Água! Data para refletirmos a importância da preservação e da gestão responsável dos recursos hídricos e adotarmos cada vez mais ações para a proteção deste bem vital

Foto: Pedro Santos.

E, como parte das comemorações deste dia tão importante, a Adasa participou, na manhã desta sexta-feira, do lançamento do edital de Chamamento Público, realizado pela Caesb, para produtores rurais interessados em ajudar na preservação da Bacia do Rio Descoberto. O evento, que aconteceu no Haras Vale Feliz, em Brazlândia, reuniu diversas autoridades neste ato solene em prol da gestão eficiente e preservação dos recursos hídricos.

“Há cinco anos, assinamos o Acordo de Cooperação Técnica para o Projeto Produtor de Água no Descoberto, um projeto que reconhece e valoriza a função social do produtor rural e sua capacidade de não apenas produzir alimentos, mas desempenhar um papel fundamental na conservação e na produção de água”, destacou o diretor da Adasa, Rogério Rosso.

O principal objetivo do Projeto Produtor de Água é tornar a bacia do Alto Descoberto referência na produção sustentável de água e de alimentos para garantir a segurança hídrica e a manutenção da vocação rural da região, por meio de práticas de conservação de solo e água, proteção e restauração da vegetação nativa. A área de abrangência do Projeto contempla toda a bacia hidrográfica, o que corresponde a 452 km², sendo 70% no Distrito Federal (Brazlândia e Ceilândia) e 30% no estado de Goiás (Padre Bernardo e Águas Lindas).

A presidente da Associação dos Produtores e Protetores da Bacia do Descoberto, Rosany Carvalho, refletiu sobre as condições dos produtores rurais em décadas passadas e expressou sua satisfação em relação à atual situação. Ela destacou a mudança de postura do Estado em relação aos produtores, ressaltando os benefícios trazidos pelo projeto. "Antigamente, o Estado não via os produtores rurais como parceiros, mas hoje a realidade é outra. Com esse projeto, a região foi beneficiada com melhorias nas estradas, fiscalização rigorosa contra parcelamentos irregulares de terras e desvios de água, proporcionando um aumento significativo na sensação de segurança", comemorou.

De acordo com o presidente da Caesb, Luís Antônio Reis, o orçamento previsto no Projeto pode chegar a R$ 10 milhões, a serem investidos nos próximos cinco anos. “Inicialmente o edital é dedicado aos produtores rurais de Brazlândia e de Águas Lindas-GO que queiram preservar o maior manancial do Distrito Federal, responsável por abastecer 60% da população. A ideia é permitir que esses agricultores adequem suas propriedades ambientalmente e que possamos fortalecer a relação entre os diversos usuários da bacia”, explica.

Cabe destacar que, antes mesmo do início das contratações com os produtores rurais, o Projeto já estava em andamento na implementação de diversas outras ações nessa bacia. São 26 parceiros envolvidos no projeto, aplicando recursos em ações vinculadas às suas expertises.

Entre as iniciativas, destaca-se a revitalização do Canal do Rodeador, em execução pela Seagri-DF e ABHA com recursos SUDECO e CBH Paranaíba; a implantação de unidades demonstrativas de irrigação, uma parceria entre EMATER-DF e ANA; a construção de unidades autônomas de tratamento de esgoto domésticos, projeto executado em parceria Caesb e EMATER-DF e o projeto “Comunidades Agroflorestais” para segurança hídrica e geração de renda, executado pelo Cirat e com recursos da Fundação Banco Brasil.

Projeto Produtor de Água no DF

Inicialmente lançado como um Projeto Piloto na área do Ribeirão Pipiripau, o Projeto Produtor de Água no Distrito Federal foi concebido pela Agência Nacional de Águas (ANA) por meio de um Termo de Cooperação Técnica firmado em 21 de dezembro de 2011. Sob a supervisão da Adasa, este Termo envolveu a colaboração de 13 entidades parceiras.

Durante os seus mais de 10 anos de existência, o Projeto atendeu 210 produtores rurais e foi considerado muito exitoso e com grande repercussão, tendo, inclusive, obtido o 2º lugar no ranking da premiação Water Changemaker Awards, promovido pela Parceria Global pela Água (COP26/nov. 2021).

Diante do sucesso do Projeto no Pipiripau, a experiência foi replicada na bacia do Descoberto como uma resposta à crise hídrica enfrentada no DF entre 2016 e 2017, destacando a necessidade urgente de proteger e gerenciar eficientemente os recursos hídricos para garantir a sustentabilidade ambiental e o abastecimento de água para o Distrito Federal.

“Hoje, damos início a um novo capítulo do projeto na bacia Descoberto, com a contratação de produtores rurais por meio de Edital. Eles são os colaboradores essenciais deste empreendimento e o seu comprometimento é fundamental para assegurar a sustentabilidade da bacia e o sucesso do Projeto na conquista dos resultados almejados”, enfatizou Rogério Rosso.

Os produtores rurais interessados em aderir ao Projeto Produtor de Água no Descoberto devem verificar junto ao escritório da Emater-DF em Brazlândia (61) 3311-9313, da Emater-GO (62) 98152-1596 ou a Prefeitura de Águas Lindas de Goiás - GO (61) 3618-4007, caso a propriedade rural esteja inserida nas áreas priorizadas. Mais informações sobre o Chamamento Público podem ser obtidas no site da Caesb.




Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos