Almir Suruí, líder indígena, marca presença em dois eventos em Uberlândia

 


O renomado líder do povo Paiter Suruí, Almir Narayamoga Suruí, cujas contribuições ao desenvolvimento sustentável têm alcançado reconhecimento mundial, estará presente em Uberlândia nos dias 26 e 27 de março para participar de dois eventos de grande importância.

Um desses eventos é o Curso "Conexão ESG", que contará também com a presença do fundador da SoulUp Consultoria, Yuri Lopes, que realizou um Planejamento Estratégico para esta etnia, de onde surgiram projetos para Educação, Turismo, Agroflorestas, Geração de Renda e implementação de um programa de ESG. Este curso, programado para acontecer nos dois dias mencionados, das 14h às 16h, será realizado no Anfiteatro do bloco 8C da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Umuarama.

A visita do chefe Almir inclui também uma vivência com alunos do Colégio Nacional, um dos apoiadores do projeto para melhoria na qualidade da educação, desenvolvido na escola rural, situada na Aldeia Lapetanha, onde reside o líder dos Paiter Surui, prevista para ocorrer das 10h30 às 11h30, no dia 26 de março. 

Além disso, destaca-se a apresentação do "Plano de Gestão Territorial Suruí Paiter: Sustentabilidade e Preservação na Amazônia Brasileira", que foi premiado com o Prêmio Nobel Verde em 2023. Esta apresentação está marcada para o dia 27 de março, às 9h, no auditório 50D da UFU do Campus Santa Mônica.

Conexão ESG 

O Curso "Conexão ESG" será estruturado em quatro módulos abordando os seguintes temas: "Conhecendo mais sobre o ESG", "O 'E' ou 'A' do Ambiental", "O 'G' da Governança" e "O 'S' do Social". Este curso é uma realização da IluMinas Artes Produção Cultural, com o patrocínio do Instituto Alair Martins e o apoio da Minas Bio. As inscrições gratuitas podem ser feitas pelo link https://shre.ink/068639 ou no próprio local antes do início do evento.

Oficina

Já a Oficina "Plano de Gestão Territorial Suruí Paiter: Sustentabilidade e Preservação na Amazônia Brasileira", também será conduzida por Almir Narayamoga Suruí. Almir foi reconhecido na categoria de Responsabilidade Social e Governança pelo desenvolvimento do Projeto Pamine (Renascer da Floresta), responsável pelo plantio de mais de 1.5 milhão de mudas em uma área previamente devastada do Território Sete de Setembro, localizada nos estados de Rondônia e Mato Grosso, onde residem os indígenas de sua etnia.

A Oficina promovida pelo Museu dos Povos Indígenas da Universidade Federal de Uberlândia (Musíndio/UFU), tem como objetivo explorar os sistemas de defesa desenvolvidos no território Paiter Suruí, resultantes da resistência indígena e ao mesmo tempo evitar invasões, desmatamentos e incêndios provocados por não indígenas.

Link de inscrições para a oficina: https://shre.ink/86fD. Haverá emissão de certificados.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos