Corrida faz bem ou mal para o joelho?

  

No mundo do fitness e da saúde, muitos mitos rondam a prática da corrida e seu impacto nos joelhos. Para muitos, a ideia de correr pode ser associada a um desgaste excessivo das articulações, especialmente dos joelhos, enquanto outros defendem os benefícios cardiovasculares e musculares que ela proporciona. 


O Dr. Isaias Chaves, ortopedista e especialista em joelhos, enfatiza que qualquer esporte gera algum tipo de stress articular, e nenhuma atividade física é totalmente livre de impactos ou possibilidades de lesões. Contudo, os benefícios da corrida para os joelhos não podem ser ignorados. “A melhoria no condicionamento físico e a promoção de estabilidade muscular são aspectos positivos ligados à prática. Um treino bem orientado e realizado com a técnica correta pode fortalecer os joelhos, tornando-os menos suscetíveis a lesões a longo prazo.”


Além disso, o ortopedista enxerga a corrida como um excelente esporte por ser fácil de praticar em qualquer lugar, e fazer bem para a saúde em um modo geral. “O corredor é conhecido por sua paixão pelo esporte. Esse fato mostra um dos vários benefícios da corrida que é a liberação de hormônios que melhoram o humor do paciente.” 


Segundo Isaías, o grande problema é a negligência de muitos pacientes. Corredores que persistem na prática mesmo com o surgimento de quadro de dores ou inchaço correm o risco de agravar lesões. Em diversos casos, dores mal avaliadas e não tratadas evoluem para lesões graves, podendo tirar o paciente por meses do esporte. O especialista enfatiza a importância de buscar avaliação médica diante de qualquer sinal de alarme.

Antes de iniciar a corrida, é importante tomar medidas preventivas. O alongamento e fortalecimento de certos grupos musculares são fundamentais para evitar lesões. “Correr com a musculatura fraca e mal alongada pode levar a uma má postura ou movimentos inadequados que tendem a lesionar o corredor em curto a médio prazo”, explica.

Para ajudar, o corredor pode buscar orientação especializada em grupos de corridas, com fisioterapeutas e educadores físicos especializados nesses cuidados. O especialista também indica a incorporação das redes sociais nos treinos, que muitas vezes podem ajudar com dicas que previnem lesões e melhoram a evolução do corredor.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos