Gemü do Brasil tem presença confirmada na IFAT Brasil 2024 para apresentar soluções para o tratamento de água

 



 Indústria alemã com unidade no Paraná investe em produtos que ajudam no processo de tratamento e  distribuição de água

 

Mais de 33 milhões de brasileiros não têm acesso à água potável e quase 100 milhões ainda não usufruem dos serviços de coleta e tratamento de esgoto, conforme informações do SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), de 2021. Os dados mostram que após mais de 3 anos da aprovação do Novo Marco Legal do Saneamento (Lei nº 14.026), em 15 de julho de 2020, o país encontra-se distante das metas de atender 99% da população com serviços de água potável e, ao menos, 90% dos habitantes com coleta e tratamento de esgoto. O objetivo do marco legal é diminuir consideravelmente o número de pessoas que não têm acesso a saneamento básico no país.

Enquanto se discutem políticas públicas para alcançar essas metas, a Gemü, indústria que é referência na fabricação de válvulas industriais, com sede em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, oferece ao mercado produtos que podem ajudar a evitar o desperdício de água e os vazamentos de produtos químicos que prejudiquem o meio ambiente.

São alguns desses produtos que vão ser apresentados durante a IFAT Brasil que acontece de 24 a 26 de abril, em São Paulo.

Segundo Herbert Kottke, executivo de vendas responsável pelos clientes de tratamento de água da Gemü, quem visitar o estande da empresa na IFAT, vai ter acesso a essas válvulas.

“Entre os produtos que vamos levar para São Paulo estão as válvulas diafragmas para fluidos com particulados ou corrosivos, como lodo por exemplo, bem como as válvulas borboletas com características únicas. Tem ainda as válvulas plásticas, apropriadas para dosagem de produtos químicos”, explica o executivo de vendas.

O objetivo da Gemü durante o evento é demonstrar os produtos de altíssima qualidade, com baixa manutenção e características inovadoras, que garantem uma longa vida útil e sem possibilidades de vazamento ou ocorrências que possam produzir a contaminação do meio ambiente, riscos às pessoas ou desperdícios.

Segundo o especialista, outra tendência que tem sido muito utilizada pela indústria 4.0 e que vai ser levada pela Gemü para a IFAT Brasil, é a parte de válvulas automáticas com sistemas pneumáticos ou elétricos que podemos controlar abertura e posição das válvulas. 

“São válvulas que não dependem do acionamento do operador para abrir e fechar e que garantem um processo mais confiável”, explica Herbert Kottke. 

 

Sobre a GEMÜ do Brasil – Com fábrica em São José dos Pinhais (PR) desde 1981, a GEMÜ do Brasil produz válvulas e outros equipamentos de alta tecnologia para diversos setores. Na divisão Industrial, fornece produtos para os setores de siderurgia, mineração, fertilizantes, bem como para integrar sistemas de geração de energia, entre outros. Na divisão PFB (Farmacêutica, Alimentícia e de Biotecnologia), é líder mundial em soluções para sistemas estéreis, que incluem a fabricação de vacinas, remédios e novas aplicações de envase de alimentos e bebidas.

Sobre o Grupo GEMÜ – O Grupo GEMÜ é um dos líderes mundiais na fabricação de válvulas, sistemas de medição e controle. Desde sua fundação em 1964, a empresa alemã com foco global se estabeleceu em importantes setores industriais, graças a seus produtos inovadores e soluções personalizadas para controle de processos. A GEMÜ é líder mundial no mercado de aplicações de válvulas estéreis nas indústrias farmacêutica e de biotecnologia. O Grupo GEMÜ emprega mais de 2 mil pessoas em todo o mundo, com plantas na Alemanha, Suíça, China, Brasil, França e EUA. A rede de distribuidores está presente em mais de 50 países nos cinco continentes. Veja mais no site.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos