O Dia Mundial da Voz destaca a importância da saúde vocal com a campanha "Minha voz, nossa voz: a força da conexão”

 


Conscientização sobre a voz e seus cuidados ganha visibilidade no Hospital de Base do Distrito Federal.

 

 Entrando em sua 19ª edição, a Campanha Amigos da Voz celebra o Dia Mundial da Voz, comemorado em 16 de abril, sob o tema "Minha voz, nossa voz: a força da conexão". A iniciativa, liderada pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, visa destacar a relevância da voz como instrumento fundamental para as interações humanas e enfatizar a atenção aos sinais de possíveis doenças que podem comprometê-la.

 A voz, uma das formas mais primárias de comunicação, é única para cada indivíduo, resultante de uma combinação de características herdadas e influências ambientais. É por meio dela que expressamos nossos desejos, compartilhamos ideias, e fortalecemos nossos laços sociais.



 No entanto, diversos fatores podem afetar cronicamente a capacidade vocal e a qualidade das interações. Doenças neurológicas, como o Parkinson e o AVC, o refluxo gastroesofágico e o câncer de laringe são alguns exemplos. Em 2023, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimou 6.570 novos casos de câncer de laringe entre homens adultos, reforçando a importância da conscientização e vigilância.

 A fonoaudióloga e chefe do Serviço de Fonoaudiologia (SEFON) do HBDF, Bartira Donato Amaral Pedrazzi, destaca a necessidade de estar atento a sintomas como rouquidão, falhas na voz e cansaço para falar por mais de 15 dias sem causa aparente, são indicativos de possíveis distúrbios vocais que habilitam investigação e tratamento adequado. "É fundamental que estejamos atentos aos sinais que nossa voz nos dá. Ao não se atentar a esses sinais, retardamos o diagnóstico e o tratamento adequado, o que pode comprometer significativamente nossa qualidade de vida."



 Em parceria com a Campanha Amigos da Voz, a equipe de fonoaudiologia do HBDF desenvolveu iniciativas educativas, incluindo material informativo e testes de sintomas de distúrbios vocais. Além disso, promoveram atividades no ambulatório do hospital, oferecendo suporte e orientações aos pacientes.

 Os fonoaudiólogos participam de forma integrada, desempenham um papel fundamental desde o tratamento e reabilitação de distúrbios vocais até o suporte a profissionais que dependem da voz em suas atividades, como cantores, apresentadores e jornalistas. O constante desenvolvimento de novas tecnologias também possibilita um melhor rastreamento e diagnóstico precoce de problemas vocais.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos