Troca da Bandeira Nacional integra homenagens ao aniversário de Brasília

O governador Ibaneis Rocha acompanhou a cerimônia de Troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Cerimônia ocorre no primeiro domingo de cada mês, mas foi alterada excepcionalmente em abril por conta das homenagens ao aniversário da capital. Moradores da cidade e turistas prestigiaram o evento

Por Ana Flávia Castro, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

A manhã ensolarada do aniversário de Brasília, neste domingo (21), começou com a cerimônia de Troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes. A solenidade é uma das maiores expressões do turismo cívico do país e, este mês, integra as homenagens aos 64 anos da capital.

O governador Ibaneis Rocha chegou ao evento por volta das 9h, acompanhado da esposa, a primeira-dama Mayara Noronha Rocha, e do filho Mateus. A cerimônia militar ocorre no primeiro domingo de cada mês, porém, excepcionalmente em abril, a data foi alterada para coincidir com as festividades do aniversário de Brasília.

O evento é realizado de forma intercalada pelo Exército Brasileiro, pela Marinha do Brasil, pela Força Aérea Brasileira e pela Casa Militar do Distrito Federal. Neste domingo, a troca foi organizada pelo Governo do Distrito Federal (GDF) e conduzida pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) e pela Polícia Militar do DF (PMDF).

"Fazer essa troca tão emblemática, tão importante, um símbolo para o nosso país, no dia do aniversário de Brasília, é muito importante para a PMDF e para o Corpo de Bombeiros, que está aqui com todas essas autoridades", celebra a comandante-geral da PMDF, coronel Ana Paula Habka.

A Bandeira Nacional hasteada no coração de Brasília tem 286 m² e fica a 100 metros do chão, fixada em local de destaque. É considerada o símbolo mais importante da nação, e ostenta, na base do mastro, a inscrição: "Sob a guarda do povo brasileiro, nesta Praça dos Três Poderes, a Bandeira, sempre no alto – visão permanente da Pátria".

Experiência cívica

A catarinense Rosilene Oliveira, de 70 anos, acompanhou a solenidade pela primeira vez neste domingo, acompanhada da família. "É uma cerimônia muito bonita e cívica. Nós, como brasileiros, estamos muito orgulhosos de estar aqui presentes", conta.

A catarinense Rosilene Oliveira ficou encantada com a receptividade encontrada em Brasília

Esta é a primeira vez que a servidora aposentada visita o Distrito Federal. Segundo ela, a receptividade e a estrutura da capital chamam a atenção dos turistas. "Estou bem admirada com a estrutura da cidade, tudo muito bonito, muito estruturado. Muita limpeza, uma educação do pessoal para lidar com os turistas. Isso é uma coisa que me deixou bastante otimista para voltar outras vezes".

Além da solenidade, o evento também contou com a exposição de viaturas da PMDF e do Corpo de Bombeiros. Carretas do Sesc-DF e do Senai-DF ofereceram serviços gratuitos para o público. Os pequenos também puderam aproveitar uma área kids, com direito a brinquedos infláveis.

Thiago Caiana, de 10 anos, esteve no evento pela segunda vez. "No outro aniversário de Brasília, também viemos ver a troca da bandeira. Acho esse evento bem legal, porque é a comemoração do lugar que a gente mora", conta.

A enfermeira Cleide dos Santos, 60, costuma acompanhar as cerimônias ao lado da filha Beatriz, de 18 anos, estudante do Colégio Militar Dom Pedro II. Ela é uma das alunas que desfilaram neste domingo. "Eu acompanho ela desde as primeiras trocas de bandeiras, e este é o último ano dela no desfile, por isso viemos prestigiá-la. É um evento lindo, mais importante ainda no aniversário de Brasília".

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper
Sesc
Bio Caldo - Quit Alimentos