Cartão Prato Cheio pode ser retirado a partir desta segunda (27) nas agências do BRB

A entrega ocorrerá conforme ordem alfabética, de acordo com a primeira letra do nome do beneficiário; prazo de retirada do cartão é de até dois meses


Por Agência Brasília* | Edição: Carolina Caraballo

Foi antecipada para esta segunda-feira (27) a entrega dos cartões Prato Cheio aos novos beneficiários do programa. A medida visa proporcionar mais comodidade aos contemplados e melhorar a organização logística nas agências do Banco de Brasília (BRB), onde é feita a retirada do cartão. O crédito da primeira parcela do auxílio, porém, ficará disponível somente a partir do dia 3 de junho.

Retirada dos cartões Prato Cheio foi antecipada para esta segunda-feira (27); crédito da primeira parcela do auxílio estará disponível a partir do dia 3 de junho | Foto: Divulgação/Sedes-DF

A entrega dos cartões normalmente aconteceria junto com o primeiro pagamento do auxílio. “Mas adiantamos para facilitar, permitindo que o usuário tenha mais comodidade e as agências não fiquem sobrecarregadas”, explica a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

A retirada dos cartões ocorrerá nos dias úteis, entre os dias 27 e 31 de maio, seguindo a ordem alfabética da primeira letra do nome do titular, conforme cronograma a seguir:

O cidadão tem dois meses para retirar e desbloquear o seu cartão. Caso o prazo seja perdido, haverá o desligamento no programa e a necessidade de novo atendimento socioassistencial.

Retirada

Para saber se foi contemplado e onde buscar o cartão, o beneficiário deve acessar o site GDF Social e informar os dados de quem foi cadastrado. Apenas o titular do benefício pode realizar a retirada na agência, mediante apresentação de documento oficial com foto e CPF.

O desbloqueio do cartão é feito pelo aplicativo BRB Social ou pelo telefone da Central de Atendimento BRB: (61) 3029-8440.

O programa Cartão Prato Cheio garante, entre outras ações, o pagamento de um ciclo de nove parcelas mensais de R$ 250 às famílias em situação de insegurança alimentar. Para ter acesso, o titular deverá buscar atendimento socioassistencial na sua unidade de referência.

No caso dos centros de referência de assistência social (Cras), é necessário realizar agendamento pelo site ou ligar no telefone 156. É realizada uma avaliação da situação de insegurança alimentar e nutricional da família, bem como a verificação dos critérios de elegibilidade do programa.

*Com informações da Sedes-DF

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem