ExpoGoiás celebra os sabores sustentáveis do cerrado na AgroBrasília 2024



  O cerrado, segundo maior bioma brasileiro, é uma região rica em biodiversidade e conhecida por seus frutos típicos, como o pequi, a castanha de baru, a cagaita e o jatobá. Esses produtos são parte essencial da culinária e cultura locais, além de serem importantes para a economia regional e a preservação ambiental. A colheita sustentável desses frutos ajuda a manter o equilíbrio ecológico do cerrado, promovendo práticas agrícolas que respeitam os ciclos naturais e a biodiversidade.

A importância de produtos sustentáveis do cerrado vai além de suas características nutricionais e sabores únicos. Eles representam uma forma de valorização da agricultura familiar e de práticas que preservam o meio ambiente. Produtos como pequi e castanha de baru são transformados em delícias gastronômicas que chegam às mesas de todo o Brasil, incentivando o consumo consciente e o desenvolvimento sustentável. A produção desses itens reforça o compromisso com a sustentabilidade e a responsabilidade socioambiental.

Um exemplo de produção sustentável no cerrado é o Sítio Boca do Mato, fundado por Iasminy Berquó e Sandro Borges. O sítio, que fica na região de Mambaí, se dedica à preservação do bioma e à produção de iguarias regionais.  Entre seus produtos oferecidos, destacam-se as pastas e molhos à base de pequi, a linha de produtos com castanha de baru, e opções voltadas picante, como o chutney de goiaba picante. O Sítio Boca do Mato, que hoje comercializa cerca de 2 mil unidades mensais, está presente no estande da ExpoGoiás, na AgroBrasília, com os produtos representando os sabores do cerrado. Essa participação destaca a importância de manter o bioma em pé, valorizando seus frutos e a cultura local.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem