Jornalistas conhecem de perto diversas novidades da AgroBrasília 2024

 Telemetria com inteligência artificial, novas tendências da agricultura familiar e regenerativa e o novo pavilhão de inovação foram alguns dos destaques



A AgroBrasília 2024 está chegando. Com o objetivo de pautar a imprensa previamente sobre as principais novidades da Feira, a AgroBrasília promoveu na sexta-feira, 17 de maio, o Dia de Campo para os jornalistas.


Os profissionais de comunicação fizeram um tour pelo Parque Tecnológico Ivaldo Cenci e tiveram a oportunidade de ver em primeira mão algumas das principais novidades da edição especial de 15 anos da maior feira de agronegócio do Planalto Central.


Marcaram presença no Dia de Campo o presidente da AgroBrasília e da Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF), José Guilherme Brenner, o presidente do Grupo Associado de Agricultura Sustentável (GAAS), Eduardo Martins e o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), Cleison Duval. 


José Guilherme Brenner falou da expectativa para a 15ª edição da Feira. “15ª edição da AgroBrasília e já temos um número recorde, pois teremos 592 expositores. Esperamos um grande público e os negócios a gente tem uma expectativa muito boa, pois aqui vamos disponibilizar muitas alternativas de crédito para o produtor rural por meio das instituições financeiras presentes”, destacou o presidente.


Novidades da AgroBrasília 2024


Telemetria com inteligência artificial, novas tendências da agricultura familiar, regenerativa e o novo pavilhão de inovação e tecnologia foram alguns dos destaques apresentados em primeira mão para a imprensa. 


Para Cleison Duval, presidente da Emater-DF, o diferencial de Feiras como a AgroBrasília é dar oportunidade a agricultura familiar.


“A área da Emater-DF dentro da Feira tem quase 3 hectares que serão compostos por 8 circuitos tecnológicos onde vamos apresentar novidades e tecnologias que o pequeno produtor rural pode implementar na sua propriedade. Então será um grande dia de campo, com tecnologias sociais, irrigação automatizada no circuito de olericultura, além dos circuitos temáticos da fruticultura, floricultura, avicultura, aquicultura, bovinocultura e agroindústria, onde todos eles vão apresentar uma tecnologia destacada”, detalhou Duval.


Outra grande novidade para o evento deste ano será o pavilhão de inovação, um espaço dinâmico, imersivo e inovador de 400m² desenvolvido em parceria com a SoluBio e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) que 


apresentará as últimas inovações aplicáveis ao agronegócio brasileiro, como soluções inovadoras em agricultura de precisão, conectividade, sensoriamento, monitoramento inteligente, nanotecnologias, bioinsumos, biotecnologias e inteligências artificiais que estão revolucionando o setor. 


“Essa é a primeira vez do Pavilhão de Inovação e Tecnologia na AgroBrasília. Teremos 29 empresas, sendo 20 delas startups. Nosso grande objetivo é integrar os setores, fazendo com que a pesquisa chegue até o produtor rural e que essas inovações sejam de fato utilizadas pelo agricultor”, explicou Rose Monnerat, Diretora de Pesquisa, Desenvolvimento e inovação da SoluBio.


Outra grande novidade da Feira é o espaço desenvolvido pelo Grupo Associado de Agricultura Sustentável (GAAS), referência na implementação e divulgação das práticas sustentáveis da agricultura e produção agroalimentar.

 

O presidente do GAAS, Eduardo Martins, adiantou o que os visitantes encontrarão na AgroBrasília 2024. “Aqui vamos mostrar ao produtor rural o que é o GAAS e em que está baseada as nossas práticas de forma detalhada. Vamos focar em qualidade do solo com o uso mínimo de insumos que são ofensivos a vida”, disse Martins. 


A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), também marcou presença no evento pré-Feira e garantiu que a AgroBrasília é uma oportunidade incrível para apresentar os resultados das recentes pesquisas para o produtor rural brasileiro.


“A Embrapa Cerrados também terá uma programação repleta de gramíneas, leguminosas forrageiras, mandioca de indústria, fruticultura, hortaliças, Integração lavoura pecuária e floresta (ILPF), novas variedades de milho, sorgo, feijão e até um pré-lançamento de girassol adaptado para a região do cerrado”, comentou Fábio Faleiro, chefe adjunto de transferência de tecnologia e pesquisador da Embrapa.


Por fim e não menos importante, os jornalistas tiveram a oportunidade de conhecer um pouco do inédito Sistema de Telemetria com conceito IOT “internet das coisas”, desenvolvido pela Cerrado Verde.


“Essa integração começou há 4 meses depois de 2 anos de pesquisa. A tecnologia facilita muito a vida do produtor e evita acidentes, pois ele consegue monitorar a lavoura, os pivôs, mesmo à distância. Eu posso ter um pivô em Roraima e fazer qualquer comando daqui do Distrito Federal. Oferecemos uma telemetria com todos os parâmetros da produção para uma irrigação mais precisa, como operagem, gráficos de tensão, entre outros”, explicou José Américo, diretor da Cerrado Verde.


A AgroBrasília 2024 especial de 15 anos será na próxima semana, de terça-feira a sábado, das 8h30 às 18h. A entrada é franca.


AgroBrasília 2024 – 15 anos

Data: terça-feira a sábado – 21 a 25 de maio;




Horário: 8h30 às 18h;

Local: Parque Tecnológico Ivaldo Cenci – AgroBrasília, BR 251 km 5 - PAD-DF, Brasília, Distrito Federal.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem