Empresas que valorizam a diversidade e inclusão têm resultados melhores

 Corporações inclusivas atraem talentos e possuem um ambiente mais criativo, inovador e adaptável



Hoje em dia, a diversidade e inclusão (D&I) são pilares fundamentais para o sucesso e sustentabilidade de qualquer empresa, conforme dados da consultoria PwC, onde 80% das empresas afirmam que D&I é uma área prioritária. Essa vertente aborda os conceitos de gênero, idade, cor, classe social, cultura, orientação sexual e todas as outras características e diferenças pessoais únicas que contribuem para um ambiente mais criativo, inovador e adaptável. A inclusão é o movimento de possibilitar acesso e oportunidades a todas essas pessoas da forma mais igualitária possível.

No dia 28 de junho é celebrado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, uma data importante para falar sobre inclusão e diversidade dentro das empresas. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Center for Talent Innovation, 41% das pessoas LGBTQIA+ afirmam ter sofrido algum tipo de discriminação em razão da sua orientação sexual ou identidade de gênero no ambiente de trabalho. Além disso, 61% dos funcionários gays e lésbicas decidem esconder sua sexualidade de gestores e colegas por medo de perder o emprego.

A coordenadora de recrutamento da empresa de tecnologia e inovação Gateware, Thatyane da Costa, afirma que quando a empresa cria um ambiente de inclusão, promove um espaço onde todos têm a oportunidade de prosperar e contribuir com suas habilidades únicas. “Para os funcionários, um ambiente inclusivo e diverso significa um local de trabalho onde todos se sentem valorizados, respeitados e livres para serem autênticos. Do ponto de vista empresarial, a diversidade e inclusão impulsionam a criatividade, a inovação e a adaptabilidade”, explica.

A reputação como uma empresa inclusiva e diversa também atrai talentos, principalmente da Geração Z, que valoriza que o posicionamento da empresa esteja alinhado com o seu. “Profissionais procuram organizações que valorizam e promovem a diversidade, sabendo que essas empresas são mais propensas a oferecer um ambiente de trabalho justo e equitativo”, ressalta Thatyane. 

De acordo com a consultoria empresarial McKinsey, negócios que valorizam a diversidade no processo de recrutamento têm resultados 25% melhores do que as empresas que não investem nisso. A coordenadora de recrutamento da Gateware enumera alguns pontos para esse melhor resultado em empresas consideradas inclusivas:

- Melhor gestão colaborativa;

- Melhora do clima organizacional;

- Aumento da produtividade;

- Melhor crescimento pessoal e profissional do time;

- Aumento a confiança da equipe;

- Agrega valor social ao produto/serviço oferecido pelo negócio;

A Gateware tem como lema “tecnologia com foco nas pessoas” e faz isso, na prática com um time composto por pessoas trans, não binárias, mulheres e homens cis, diversas orientações sexuais e faixas etárias. A empresa valoriza e promove um ambiente inclusivo e diverso, pois reconhecem que isso beneficia tanto os colaboradores quanto a organização como um todo.

“Temos um compromisso claro com a inclusão de mulheres, por exemplo, em todos os níveis da empresa, inclusive gestão. A presença feminina em cargos de liderança e em equipes técnicas tem mostrado que a diversidade de gênero promove uma variedade de perspectivas, melhorando a tomada de decisões e a inovação. Nossas iniciativas de mentorias e programas de desenvolvimento de carreira são especialmente desenhadas para apoiar e empoderar nossas funcionárias, garantindo que elas tenham as mesmas oportunidades de crescimento e reconhecimento que seus colegas. Além disso, em nosso quadro de funcionários temos pessoas trans, não binárias e de diversas orientações sexuais, uma ex-colaboradora construiu uma trajetória de sucesso dentro da Gateware e sempre relatou que o ambiente dentro da empresa foi um dos pilares responsáveis pelo sucesso, em conjunto, é claro, com a qualidade da profissional”, relata Thatyane.

A empresa também valoriza a inclusão de profissionais de diferentes faixas etárias.  “Nós valorizamos tanto a experiência dos profissionais seniores quanto a inovação trazida pelos mais jovens. Programas de tutoria reversa, onde jovens talentos ensinam novas tecnologias aos mais experientes, e vice-versa, são práticas comuns aqui, promovendo um ambiente de aprendizado contínuo e colaboração mútua”, explica a coordenadora de recrutamento.

Segundo dados da consultoria Glassdoor Economic Research, empresas têm definido Diversidade e Inclusão (D&I) como uma de suas principais prioridades. Porém, existe um processo para que a empresa se torne inclusiva, entre eles estão à sensibilização e conscientização da importância entre os funcionários e lideranças, antes de abrir processos seletivos. “É necessário também implantar indicadores e dados reais de diversidade, para assim entender a real situação e poder divulgar que a empresa é inclusiva. A cultura organizacional também deve ser desenvolvida no dia a dia da empresa, assim, a inclusão estará cada dia mais enraizada”, afirma Thatyane.

 Sobre a Gateware – Focada em tecnologia, inovação e participante do Pacto Global da ONU no Brasil, a Gateware foi fundada em 2000. Com matriz localizada em Curitiba, no Paraná, também possui unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Argentina e EUA. Atualmente, possui 170 funcionários e atua em quatro suites: GW Value Strategy (PMO Gestão de Projetos e GMO Gestão de Mudanças), GW Outsourcing (Alocação de Profissionais de TI), GW Solution (Aplicativo LivID que realiza Prova de Vida e Recadastramento Digital por meio do reconhecimento facial e inteligência artificial, além da funcionalidade de Consulta de Óbito em todo território nacional) e GW Labs (Fábrica de Softwares Multiplataforma).


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem